DGS recomenda medidas de proteção adicionais contra o calor

17 de Agosto 2022

A Direção-Geral da Saúde recomendou esta quarta-feira a adoção de medidas de proteção adicionais contra o calor, como o aumento de ingestão de água, uma vez que as previsões apontam para um aumento gradual da temperatura nos próximos dias.

Numa nota divulgada no ‘site’, a DGS lembra que o Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA) prevê um aumento gradual das temperaturas nos próximos dias e aconselha a procura de ambientes frescos e arejados, ou climatizados.

Recomenda igualmente a população a aumentar a ingestão de água ou de sumos de fruta natural sem açúcar e evitar o consumo de bebidas alcoólicas, assim como a exposição direta ao sol, principalmente entre as 11:00 e as 17:00.

O uso de roupa solta, opaca e que cubra a maior parte do corpo, de chapéu de abas largas e óculos de sol com proteção ultravioleta são outras das medidas de proteção adicionais recomendadas.

O IPMA emitiu aviso amarelo (o menos grave) para tempo quente, a partir de sexta-feira, nos distritos de Coimbra, Leiria, Lisboa, Santarém, Setúbal, Portalegre, Évora e Beja.

Na informação hoje divulgada, a DGS aconselha a que se evite “atividades que exijam grandes esforços físicos, nomeadamente desportivas e de lazer no exterior”.

Recomenda igualmente que se escolha as horas de menor calor para viajar de carro e pede “atenção especial” aos grupos mais vulneráveis ao calor, como crianças, idosos, doentes crónicos, grávidas, pessoas com mobilidade reduzida, trabalhadores com atividade no exterior, praticantes de atividade física e pessoas isoladas.

Segundo a autoridade de saúde, os doentes crónicos ou sujeitos a medicação e/ou dietas especificas “devem seguir as recomendações do médico assistente ou do centro de contacto SNS 24: 808 24 24 24”.

“As crianças com menos de seis meses não devem estar sujeitas a exposição solar, direta ou indireta”, avisa.

Hoje de manhã, à saída de uma reunião com o ministro da Administração Interna para avaliar as previsões meteorológicas para os próximos dias, o presidente do IPMA, Jorge Miguel Miranda, alertou que o país vai passar por uma terceira onda de calor a partir do dia 20.

LUSA/HN

0 Comments

Submit a Comment

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

ÚLTIMAS

Guadalupe Simões: Quantidade de atos “não se traduz em acompanhamento com a qualidade e segurança que qualquer pessoa deverá exigir”

Esta sexta-feira, Guadalupe Simões, dirigente do Sindicato dos Enfermeiros Portugueses, criticou a escolha do Governo de pagar pela quantidade de atos. “Quando o Governo diz que dá incentivos ou que dá suplementos financeiros se fizerem mais intervenções cirúrgicas, se tiverem mais doentes nas listas, se operarem mais doentes no âmbito dos programas do SIGIC, se, se, se, está sempre a falar de quantidade de atos, que não se traduz em acompanhamento das pessoas com a qualidade e segurança que qualquer pessoa deverá exigir”, explicou ao HealthNews.

Guadalupe Simões: “Reunião apenas serviu para o Ministério da Saúde promover essa chantagem tentando que nós suspendêssemos a greve”

A reunião entre o Sindicato dos Enfermeiros Portugueses (SEP) e o Ministério da Saúde “correu muito mal”. Na quinta-feira, “o Ministério da Saúde procurou chantagear o sindicato dizendo que só negociava se a greve fosse suspensa”, contou ao HealthNews Guadalupe Simões, dirigente do SEP, que, por esse motivo, pelos enfermeiros, pelos doentes e pelo SNS, espera que haja uma forte adesão à greve nacional de 2 de agosto.

MAIS LIDAS

Share This
Verified by MonsterInsights