Covid-19: OMS mantém apelo de vigilância apesar da quebra significativa de mortes

10 de Novembro 2022

A Covid-19 matou 9.400 pessoas no mundo na semana passada, menos 65.600 face aos óbitos semanais de fevereiro, indicou esta quarta-feira a Organização Mundial da Saúde (OMS), que mantém o apelo aos governos para continuarem vigilantes.

Em fevereiro, o número de mortes semanais por Covid-19 atingiu as 75.000.

“Percorremos um longo caminho e estes dados são definitivamente fonte de otimismo, mas quase 10 mil mortes semanais é demasiado para uma doença que pode ser prevenida e tratada”, assinalou o diretor-geral da OMS, Tedros Adhanom Ghebreyesus, em conferência de imprensa, reiterando o pedido “a todos os governos, comunidades e pessoas para que permaneçam vigilantes”.

Os dados da OMS da última semana apontam para dois milhões de casos no mundo, um número que, segundo os especialistas, pode estar subestimado, uma vez que os testes de diagnóstico passaram a ser feitos com menos frequência, pelo que muitas pessoas infetadas não estão a ser detetadas.

Desde que foi confirmada, a pandemia da Covid-19 já matou 6,5 milhões de pessoas e causou 629 milhões de infetados.

A Covid-19 é uma doença respiratória causada pelo coronavírus SARS-CoV-2, detetado em 2019 na China, e desde 11 de março de 2020 é uma pandemia.

LUSA/HN

0 Comments

Submit a Comment

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

ÚLTIMAS

Fundação BIAL: candidaturas aos apoios a projetos de investigação científica encerram a 31 de agosto

As candidaturas ao Programa de Apoios à Investigação Científica da Fundação BIAL estão abertas até ao dia 31 de agosto. Esta iniciativa destina-se a investigadores nas áreas da Psicofisiologia e da Parapsicologia, que terão a oportunidade de se candidatar a apoios financeiros que podem alcançar até 60 mil euros, sujeitando-se à avaliação dos membros do Conselho Científico da fundação.

Hospital CUF Tejo Imagiologia Cardiovascular recebe acreditação europeia

A Associação Europeia de Imagiologia Cardiovascular (EACVI) acaba de reconhecer a qualidade clínica e tecnológica do serviço de Imagiologia do Hospital CUF Tejo, atestando-o como referência na realização de ressonância magnética cardíaca, com especialização em ressonância magnética com stress. 

Unidade de Queimados da ULS de Coimbra celebra 35 anos

A Unidade de Queimados da ULS de Coimbra – a única em Portugal certificada pela European Burns Association (EBA) e uma das menos de trinta certificadas em toda a Europa como centro de queimados de alto nível – atende entre 150 a 200 doentes por ano.

MAIS LIDAS

Share This
Verified by MonsterInsights