Ministro diz que descongelamento da progressão salarial dos enfermeiros vai custar 72 milhões de euros

10 de Novembro 2022

O descongelamento da progressão salarial dos enfermeiros, com pagamento retroativo a janeiro deste ano, foi esta quinta-feira aprovado em Conselho de Ministros e terá um “impacto orçamental significativo” de 72 milhões de euros, disse o ministro da Saúde.

“O Governo aprovou em Concelho de Ministros o decreto-lei que levará ainda este ano ao descongelamento da progressão salarial dos enfermeiros, o maior grupo profissional do Serviço Nacional de Saúde (SNS), e ao pagamento das devidas atualizações salariais com retroativo a janeiro de 2022”, precisou Manuel Pizarro, na conferência de imprensa após o Conselho de Ministros.

O ministro garantiu que os pagamentos aos enfermeiros serão feitos ainda este ano e considerou que se trata “de uma medida com impacto orçamental significativo, de 72 milhões de euros no orçamento de 2022”.

O ministro sustentou que se trata de “um compromisso central do programa do Governo”, sendo por isso “um dia muito importante para o caminho da valorização das carreiras” dos enfermeiros “em resultado de negociações com as estruturas representativas dos trabalhadores”.

“Sem valorização das carreiras não há requalificação do SNS”, sublinhou.

O governante frisou que o diploma “dá corpo à recuperação dos pontos perdidos em sede de avaliação de desempenho para efeitos de progressão salarial dos enfermeiros, descongelando a progressão, que estava suspensa desde 2004”.

“Este diploma repõe a justa progressão na carreira dos enfermeiros, distinguindo e recompensando estes profissionais do SNS. São abrangidos cerca de 20.000 enfermeiros e, para muitos, é a primeira vez que mudaram de posição remuneratória”, disse.

Segundo Manuel Pizarro, trata-se de um aumento de cerca de 200 euros para os enfermeiros com pontos para subir uma posição remuneratória e 400 euros para aqueles que sobem duas posições.

O ministro afirmou também que serão salvaguardadas “as avaliações de desempenho dos enfermeiros que transitaram em 2019 de forma automática para as categorias de enfermeiro especialistas e enfermeiro gestor”.

O governo sublinhou ainda que o diploma garante que os enfermeiros “são tratados de uma forma equitativa, independentemente do respetivo regime de vinculação ao SNS”.

“O modelo de recuperação de pontos e progressão salarial agora assumido pelo Governo aplica-se tanto a enfermeiros com contratos de trabalho em funções públicas, como a enfermeiros com contrato individual de trabalho”, disse.

Questionado sobre se todas as estruturas sindicais estão de acordo com o diploma hoje aprovado, o ministro afirmou que o Governo dialogou “muito intensamente com os oito sindicatos representativos dos enfermeiros”.

“Todos reconhecem que há uma evolução muito positiva da aproximação de posições e acho que a grande maioria manifesta mesmo formalmente o seu acordo com este diploma do Governo no que respeita a um diploma absolutamente extraordinário face aos últimos 20 anos de congelamento das carreiras destes profissionais”, disse.

LUSA/HN

0 Comments

Submit a Comment

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

ÚLTIMAS

Guilherme Veríssimo: “A saúde começa pela boca”

A evidência científica comprova que a má saúde oral está diretamente relacionada com 23 doenças sistémicas, entre elas a diabetes e as doenças cardiovasculares, e cinco tipos de cancro. Esta realidade pode surpreender a maior parte da população, mas não os dentistas. Em entrevista ao nosso jornal, o Médico Dentista, Guilherme Veríssimo, frisa que a “saúde oral não se resume a uma questão estética”, deixando alguns alertas para a importância da correta higienização dos dentes. O médico dentista aproveitou ainda para desmistificar alguns dos principais mitos associados à doença peridontal.

INEM esclarece que chamadas via 112 são descentralizadas

O INEM esclareceu que as chamadas que dão entrada via 112 para o Centro de Orientação de Doentes Urgentes (CODU) são descentralizadas, avançando que hoje de manhã estavam ao serviço 48 técnicos, 24 dos quais em atendimento.

MAIS LIDAS

Share This
Verified by MonsterInsights