Número de mortes em Portugal aumentou 10,5% em janeiro

16 de Fevereiro 2024

O número de mortes em Portugal aumentou 10,5% em janeiro, face a dezembro, e 12,5% relativamente a janeiro do ano passado, revelou esta sexta-feira o Instituto Nacional de Estatística (INE).

Ao divulgar os dados mensais relativos às estatísticas vitais da população portuguesa, o INE indicou que em janeiro deste ano se registaram 13.415 mortes, mais 1.272 do que em dezembro de 2023 e mais 1.467 do que em janeiro de 2023.

“O número de óbitos devido a covid-19 aumentou para 156 (mais 21 relativamente a dezembro de 2023), representando 1,2% do total de óbitos”, precisou o INE.

No total do ano de 2023, morreram 118.862 pessoas, menos 6.030 (-4,8%) do que em 2022, segundo a mesma fonte.

O número de nascimentos em Portugal aumentou 2,3% no ano passado, face a 2022.

“O número total de nados-vivos registado em 2023 (85.909) foi superior ao verificado em 2022 (83.989), representando mais 1.920 (+2,3%)”, destacou o INE.

Em dezembro de 2023, o saldo natural da população foi negativo (-5.003), mas desagravou-se ligeiramente em relação ao do mês homólogo de 2022, quando ficou em -5.156.

No último mês de 2023, celebraram-se 2.037 casamentos, menos 9,5% (213 cerimónias) do que em dezembro de 2022. No ano de 2023, realizaram-se 36.969 casamentos, mais 17 do que no ano anterior.

LUSA/HN

0 Comments

Submit a Comment

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

ÚLTIMAS

Luís Meira diz que Força Aérea não tinha meios para ajudar INEM

O presidente demissionário do INEM revelou hoje que quando o instituto foi forçado a reduzir o serviço de helicópteros durante a noite, no início do ano, contactou a Força Aérea, que disse não ter meios para poder garantir a resposta necessária.

MAIS LIDAS

Share This
Verified by MonsterInsights