EUA voltam a registar mais de mil mortes nas últimas 24 horas

3 de Junho 2020

Os Estados Unidos voltaram a registar mais de mil mortos devido à Covid-19 nas últimas 24 horas, elevando para mais de 106 mil óbitos desde o início da pandemia, segundo a contagem realizada pela Universidade Johns Hopkins.

Pelo menos 106.180 pessoas morreram no país, que regista o maior número de vítimas fatais e de casos confirmados em todo o mundo.

De acordo com os números contabilizados diariamente pela Universidade Johns Hopkins, sediada em Baltimore (leste), até às 20:30 de terça-feira (01:30 de quarta-feira em Lisboa) os Estados Unidos registaram mais de 1,8 milhões de casos de contágio.

A nível global, segundo um balanço da agência de notícias AFP, a pandemia de Covid-19 já provocou mais de 379 mil mortos e infetou mais de 6,3 milhões de pessoas em 196 países e territórios.

Mais de 2,6 milhões de doentes foram considerados curados.

A doença é transmitida por um novo coronavírus detetado no final de dezembro, em Wuhan, uma cidade do centro da China.

Depois de a Europa ter sucedido à China como centro da pandemia em fevereiro, o continente americano passou a ser o que tem mais casos confirmados (cerca de três milhões, contra mais de 2,1 milhões no continente europeu), embora com menos mortes (mais de 165 mil, contra mais de 179 mil).

Para combater a pandemia, os governos mandaram para casa 4,5 mil milhões de pessoas (mais de metade da população do planeta), paralisando setores inteiros da economia mundial, num “grande confinamento” que vários países já começaram a aliviar face à diminuição dos novos contágios.

LUSA/HN

0 Comments

Submit a Comment

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

ÚLTIMAS

Estudo propõe critérios para atualização periódica do pagamento da hemodiálise

O estudo “Preço compreensivo da hemodiálise em Portugal”, do especialista em economia da saúde Eduardo Costa, conclui que a introdução de um modelo dinâmico de preço compreensivo e a eventual revisão do modelo de gestão integrada da doença renal crónica serão instrumentos cruciais para garantir a continuidade da excelência dos cuidados de hemodiálise.

Bayer promove debate ‘A Sustentabilidade no Ambiente e na Saúde’

A Bayer e a CNN Portugal juntam-se para promover um debate alargado sobre a ‘Sustentabilidade no Ambiente e na Saúde’. A iniciativa junta especialistas, investigadores, empresas e governo para abordar a sustentabilidade nas áreas da saúde e do ambiente e como estas duas estão diretamente relacionadas. 

MAIS LIDAS

Share This
Verified by MonsterInsights