Esforços continuam centrados na região de Lisboa e Vale do Tejo

8 de Junho 2020

O secretário de Estado da Saúde disse esta segunda-feira que os “esforços continuam centrados” na região de Lisboa e Vale do Tejo, que regista cerca de 79% dos novos casos de Covid-19.

“Os nossos esforços continuam centrados na região de Lisboa e Vale do Tejo, que representa cerca de 79% dos novos casos em Portugal”, afirmou António Lacerda Sales na conferência de imprensa diária sobre a situação epidemiológica da Covid-19 em Portugal.

O secretário de Estado avançou que “as atenções redobrada” estão em Loures, Odivelas, Amadora , Sintra e Lisboa.

“Tão importante saber onde estão estes casos novos é identificar contactos próximos de forma a quebrar transmissão de cadeias ativas e é isso que estamos a fazer”, sublinhou.

O secretário de Estado salientou também que “continua a ser tão determinante como nunca a responsabilidade individual de cada um no cumprimento de isolamento em caso de infeção ou suspeita”.

António Lacerda Sales disse ainda que a taxa de letalidade global é atualmente de 4,3%, subindo para 17,5% acima dos 70 anos.

Segundo o boletim epidemiológico divulgado pela Direção-Geral da Saúde, Portugal regista esta segunda-feira 1.485 mortes relacionadas com a Covid-19, mais seis do que no domingo, e 34.885 infetados, mais 192,

Em comparação com os dados de domingo, em que se registavam 1.479 mortes, esta segunda-feira constatou-se um aumento de óbitos de 0,4%. Já os casos e infeção subiram 0,6%.

Na região de Lisboa e Vale do Tejo (13.222), onde se tem registado maior número de surtos, há mais 149 casos de infeção (+1,1%).

LUSA/HN

0 Comments

Submit a Comment

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

ÚLTIMAS

Investigadores conseguem mapear comunicação do cancro do pâncreas

Investigadores do Instituto de Investigação e Inovação em Saúde (i3S) da Universidade do Porto conseguiram, através de um “espião colorido”, mapear a comunicação do cancro do pâncreas, abrindo portas para novas terapias, foi esta quinta-feira anunciado.

Estudo propõe critérios para atualização periódica do pagamento da hemodiálise

O estudo “Preço compreensivo da hemodiálise em Portugal”, do especialista em economia da saúde Eduardo Costa, conclui que a introdução de um modelo dinâmico de preço compreensivo e a eventual revisão do modelo de gestão integrada da doença renal crónica serão instrumentos cruciais para garantir a continuidade da excelência dos cuidados de hemodiálise.

MAIS LIDAS

Share This
Verified by MonsterInsights