Comissão Europeia critica China por ciberataques a hospitais

24 de Junho 2020

A presidente da Comissão Europeia, Ursula von der Leyen, acusou na segunda-feira a China de fazer ataques informáticos a hospitais e centros de computadores, o que considerou “intolerável”.

As declarações de Von der Leyen foram feitas depois de reuniões virtuais que, acompanhada pelo presidente do Conselho Europeu, Charles Michel, manteve com dirigentes chineses, designadamente o Presidente, Xi Jiping, e o primeiro-ministro, Li Keqiang.

Os europeus expressaram aos chineses o seu descontentamento pelo que classificaram como uma significativa campanha de desinformação em torno da pandemia do novo coronavírus, iniciada na China.

“Vimos ciberataques em hospitais e centros de computadores dedicados. Da mesma forma, assistimos também a um aumento da desinformação na internet e apontámos claramente que isto não pode ser tolerado”, afirmou a alemã, que preside à Comissão, aos jornalistas depois da cimeira.

Em abril, a Comissão tinha revelado a existência de ataques informáticos e a institutos de investigação sobre o novo coronavírus, mas sem nomear os seus autores.

LUSA/HN

0 Comments

Submit a Comment

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

ÚLTIMAS

Altamiro da Costa Pereira: “A Inteligência Artificial não passa de mais uma ferramenta à disposição do médico”

O impacto das tecnologias no ensino da Medicina e da prática clínica foi o tema escolhido para encerrar o ciclo de conversas conduzidas pelo professor catedrático, Jorge Polónia. Desta vez, e para terminar com ‘chave de oro’, o convidado foi o Diretor da Faculdade de Medicina do Porto, o Prof. Altamiro da Costa Pereira. O responsável destacou que apesar de a Inteligência Artificial ser uma ferramenta “poderosíssima”, esta “nos dá por si só novo conhecimento”, o que significa que “a investigação vai continuar a ser feita” e os médicos vão ser sempre necessários.

MAIS LIDAS

Share This
Verified by MonsterInsights