10/08/2020 | Covid 19, Lusa, Mundo, Notícias

Alunos dos últimos anos do secundário no Camboja voltam às aulas em setembro

O primeiro-ministro do Camboja, Hun Sen, anunciou esta segunda-feira a reabertura das aulas a partir de setembro para os alunos entre o 9.º e o 12.º anos, com um máximo de 15 estudantes por turma.

Os estudantes do último ano também farão os exames de admissão à universidade em dezembro, indicou, num comunicado citado pela agência de notícias espanhola EFE.

Os alunos dos anos inferiores já recomeçaram as aulas este mês, nas localidades de Phnom Penh, Siem Reap e Battambang, num regresso acompanhado por medidas de saúde rigorosas, depois de as escolas terem sido encerradas em março.

Ainda não é conhecida uma data para o regresso às salas de aula dos estudantes universitários.

O Camboja, com 16,7 milhões de habitantes, é um dos países com uma população mais jovem da região. De acordo com dados da ONU, cerca de 30% da população tem menos de 14 anos.

Com 248 casos confirmados desde o início da pandemia e sem registo de mortes, o Camboja é um dos países menos afetados do Sudeste Asiático, embora o número de testes seja relativamente baixo.

A pandemia de Covid-19 já provocou mais de 727 mil mortos e infetou mais de 19,6 milhões de pessoas em 196 países e territórios, segundo um balanço feito pela agência de notícias France-Presse (AFP).

A doença é transmitida por um novo coronavírus detetado no final de dezembro, em Wuhan, uma cidade do centro da China.

LUSA/HN

0 Comments

Submit a Comment

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Share This