Fuga de gás obriga a evacuação de 80 alunos de uma escola na Guarda

24 de Novembro 2020

Oitenta alunos da Escola do 1.º Ciclo do Ensino Básico da Estação, na Guarda, foram esta tarde retirados do edifício devido a uma fuga de gás, informou fonte do Comando Distrital de Operações de Socorro (CDOS) local.

A fonte do CDOS disse à agência Lusa que por indicação do médico da Viatura Médica de Emergência e Reanimação (VMER) da Guarda três crianças foram transportadas para o serviço de urgências do hospital local.

Duas das crianças apresentavam sintomas de má disposição (vómitos) e uma de ansiedade, acrescentou.

Todas as crianças foram retiradas da escola e “transportadas para um local seguro”, disse a mesma fonte.

O alerta para os bombeiros foi dado pelas 14:37.

Segundo o CDOS, pelas 15:30, a origem da fuga de gás era desconhecida e estavam no local “as autoridades a averiguar a situação”.

Acorreram ao local 16 elementos dos Bombeiros Voluntários da Guarda, da PSP, da proteção civil municipal e da VMER, auxiliados por sete viaturas.

LUSA/HN

0 Comments

Submit a Comment

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

ÚLTIMAS

Esclerose Múltipla

Cristiana Lopes Martins, fisiatra nos hospitais de Portimão e Lagos (Unidade Local de Saúde do Algarve) e na Unidade Local de Saúde do Litoral Alentejano; Eduarda Afonso, fisiatra no hospital de Faro (Unidade Local de Saúde do Algarve)

Enfermeiros querem reunir com António Gandra d’Almeida

O Sindicato Nacional dos Enfermeiros (SNE) saudou esta quarta-feira a eleição de António Gandra d’Almeida como novo diretor executivo do Serviço Nacional de Saúde. Em declarações ao nosso jornal, o responsável afirmou que vai solicitar uma reunião com António Gandra d’Almeida e a nova equipa.

MAIS LIDAS

Share This
Verified by MonsterInsights