UTAD vai aumentar capacidade do centro de testagem

11 de Dezembro 2020

A Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro (UTAD) anunciou esta sexta-feira que vai aplicar 288 mil euros para o aumento da capacidade do centro de testagem Covid-19, dotando-o de novas instalações, equipamentos e metodologias.

Criado na primeira fase da pandemia, o centro instalado na UTAD, em Vila Real, testou um total de cerca de 18.500 utentes.

Com o novo projeto, a academia transmontana, segundo explicou em comunicado, pretende uma mudança de instalações do centro de testagem e uma melhor capacitação, quer em termos de infraestruturas quer de equipamentos.

“O projeto tem como objetivo promover o ‘upscaling’ dos testes moleculares, dotando o centro de testagem Covid-19 da universidade de infraestruturas, de equipamentos, bem como de novas metodologias de testagem”, explicou Raquel Chaves, uma das responsáveis por aquela unidade da UTAD.

A investigadora acrescentou que, com a concretização do projeto, será possível “otimizar a extração automática de RNA viral e ainda o desenvolvimento de uma metodologia que elimine o passo de extração de RNA viral de forma a diminuir ainda mais o tempo de resposta de cada teste e, assim, aumentar a capacidade do centro na testagem”.

A iniciativa enquadra-se no programa “Testar com Ciência e Solidariedade – COVID-19” e resulta de uma candidatura aos fundos regionais do Norte 2020.

A candidatura, no valor de 288 mil euros, foi aprovada no âmbito do projeto de Investigação Científica e Desenvolvimento Tecnológico “Testar, Testar, Testar: “upscalling” do diagnóstico laboratorial do SARS-COV-2 no Centro de Testagem Covid-19 da UTAD”.

A UTAD criou o centro de testagem com o apoio do Centro Hospitalar de Trás-os-Montes e Alto Douro (CHTMAD), integrando-o na Rede Portuguesa de Laboratórios para o Diagnóstico Laboratorial da Covid-19, que tem vindo a ser dinamizada pelas instituições de ensino superior.

A estrutura, liderada pelas investigadoras Raquel Chaves, Paula Lopes e Filomena Adega, estabeleceu diversos protocolos de parceria com a Administração Regional de Saúde (ARS) Norte e com o Ministério do Trabalho e da Solidariedade Social.

Com este novo projeto, a UTAD ambiciona dar “uma melhor resposta” ao “trabalho em rede que tem vindo a ser efetuado com as autoridades de saúde e, desta forma, consolidar o compromisso da universidade com a região”.

“Trata-se de um projeto de grande importância para a UTAD e para toda a região Norte do país”, salientou Fontainhas Fernandes, Reitor da UTAD.

Para ajudar a combater a pandemia desde o início, a UTAD cedeu equipamentos e materiais de uso corrente ao CHTMAD, criou um centro de acolhimento temporário de doentes afetados pela pandemia e integrou a Rede Portuguesa de Laboratórios para o Diagnóstico Laboratorial da Covid-19.

O concelho de Vila Real está integrado no grupo dos municípios de risco muito elevado.

Portugal contabiliza pelo menos 5.278 mortos associados à Covid-19 em 335.207 casos confirmados de infeção, segundo o último boletim da Direção-Geral da Saúde (DGS).

O país está em estado de emergência desde 09 de novembro e até 23 de dezembro, período durante o qual há recolher obrigatório nos concelhos de risco de contágio mais elevado.

LUSA/HN

0 Comments

Submit a Comment

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

ÚLTIMAS

Exposição “Arte e Vida: Enfrentar a Esclerose Múltipla” de Emanuel Ribeiro abre em Lisboa

O artista Emanuel Ribeiro apresenta três das suas mais impactantes obras – “À Deriva”, “Grito Mudo” e “Libertação” – na exposição “Arte e Vida: Enfrentar a Esclerose Múltipla”. Organizada pela Sociedade Portuguesa de Esclerose Múltipla (SPEM), com o apoio da Merck e do El Corte Inglés (ECI), a exposição visa retratar as complexidades, desafios e triunfos da vida com esclerose múltipla.

Futuros nutricionistas enfrentam “tubarões” no Teatro Thalia

A NOVA Medical School vai trazer para a academia o conhecido modelo de captação de negócio ‘Shark Tank’, dia 28 de junho no Teatro Thalia, em Lisboa, proporcionando uma plataforma para os alunos finalistas da Licenciatura em Ciências da Nutrição se apresentarem ao mercado de trabalho.

Relatório de saúde STADA 2024: sistemas de saúde na Europa precisam de reformas urgentes

Os sistemas de saúde europeus estão em crise e necessitam de uma reforma urgente, revela o Relatório de Saúde da STADA 2024. Este inquérito representativo, que envolveu cerca de 46.000 entrevistados em 23 países europeus, destaca que os sistemas de saúde não conseguem atender adequadamente às necessidades de muitos europeus, levando-os a assumir a responsabilidade pela sua própria saúde.

MAIS LIDAS

Share This
Verified by MonsterInsights