Ex-ministro Roberto Carneiro concorda com o encerramento de escolas e defende ensino online

22 de Janeiro 2021

O ex-ministro da Educação Roberto Carneiro considerou esta sexta-feira que o fecho das escolas foi uma medida positiva, de uma forma geral, e defendeu que o ensino online deve ser melhorado e estar preparado para funcionar em qualquer altura.

“O online está para ficar, não vai desaparecer. Acho importantíssimo que os alunos tenham acesso a equipamentos”, disse à agência Lusa Roberto Carneiro, que, como independente, foi ministro da Educação no XI Governo Constitucional, liderado por Cavaco Silva.

Para Roberto Carneiro, a paragem letiva de 15 dias decidida pelo governo tem consequências negativas para os alunos, mas o critério fundamental para fechar as escolas foi “um critério de saúde”, frisou.

Questionado sobre a opção do governo de não manter as aulas online, afirmou: “Não sei se o ensino está preparado para isso, mas devia estar. Devia estar preparado para ser online em qualquer altura”.

Já o fecho das escolas, observou, reunia “um grande consenso”.

“Eu tenho 19 netos e tenho sentido isso da parte dos meus filhos e dos meus netos, a necessidade de cuidarem sobretudo da saúde”, declarou.

O primeiro-ministro, António Costa, anunciou na quinta-feira novas medidas para conter a pandemia de Covid-19, nomeadamente o encerramento das escolas, a partir de hoje e durante duas semanas.

A pandemia de Covid-19 já provocou pelo menos 2.092.736 mortos resultantes de mais de 97,4 milhões de casos de infeção em todo o mundo, segundo um balanço feito pela agência francesa AFP.

Em Portugal, morreram 9.920 pessoas em 609.136 casos de infeção confirmados, de acordo com o boletim mais recente da Direção-Geral da Saúde.

LUSA/HN

0 Comments

Submit a Comment

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

ÚLTIMAS

IPG acolhe polo do Centro de Envelhecimento Ativo

O Instituto Politécnico da Guarda (IPG) vai acolher um polo do Centro de Competências de Envelhecimento Ativo, que irá desenvolver atividades para criar melhores condições de vida aos idosos da região.

UC integra estudo mundial sobre aumento da obesidade

Mais de um bilião de pessoas vivem atualmente com obesidade no mundo, segundo um estudo internacional em que participaram investigadores da Universidade de Coimbra (UC), divulgou a instituição.

Quinze ULS terão equipas dedicadas na área da Saúde Mental

Os primeiros Centros de Responsabilidade Integrados dedicados à Saúde Mental vão arrancar em 15 Unidades Locais de Saúde, numa primeira fase em projeto-piloto e durante 10 meses, segundo uma portaria publicada em Diário da República.

MAIS LIDAS

Share This
Verified by MonsterInsights