Madeira com 16 novos casos e 178 situações ativas

5 de Setembro 2021

As autoridades da Madeira sinalizaram 16 novos casos de covid-19 e mais 32 recuperados nas últimas 24 horas na região, estando diagnosticadas 178 contágios ativos e cinco pessoas hospitalizados, revelou hoje a Direção Regional da Saúde.

No boletim sobre a situação epidemiológica neste arquipélago distribuído pela DRS pode ler-se que hoje “há a reportar 16 novos casos de infeção por SARS-CoV-2 na Madeira, pelo que a região passa a contabilizar 11.359 casos confirmados de covid-19”.

No documento é referido que estes novos casos são todos de transmissão local.

Também é referido que a região regista hoje 178 casos ativos, sendo 141 de transmissão local e 37 importados.

O boletim indica que as pessoas infetadas estão a cumprir isolamento, encontrando-se cinco internadas no Hospital Dr.Nélio Mendonça, das quais quatro nas unidades polivalentes e uma nos cuidados intensivos.

Outras 20 pessoas estão confinadas numa unidade hoteleira e as restantes permanecem em alojamento próprio, complementa.

A DRS adianta que há 67 situações em apreciação pelas autoridades de saúde, relacionadas com viajantes identificados no aeroporto, contactos com casos positivos ou outras reportadas à linha SRS24 e provenientes dos vários postos de testagem da região.

Ainda indica que estão em vigilância ativa de contactos de casos positivos 352 pessoas e estão a ser acompanhadas com recurso à aplicação MadeiraSafe 40. 614 viajantes.

Hoje há mais 32 casos recuperados a reportar e a Madeira passa a contabilizar 11.106 doentes curados da doença, salienta a DRS.

A região mantém os 75 óbitos associados à covid-19, tendo a última morte ocorrido há mais de um mês.

Segundo a Direção-Geral de Saúde (DGS), a Madeira, houve até hoje 11.811 infeções (mais 24 desde sexta-feira) e 72 mortes atribuídas à covid-19.

As autoridades regionais dos Açores e da Madeira divulgam diariamente os seus dados, que podem não coincidir com a informação divulgada no boletim da DGS.

A covid-19 provocou pelo menos 4.539.397 mortes em todo o mundo, entre mais de 218,96 milhões de infeções pelo novo coronavírus registadas desde o início da pandemia, segundo o mais recente balanço da agência France-Presse.

Em Portugal, desde março de 2020, morreram 17.785 pessoas e foram contabilizados 1.045.857 casos de infeção confirmados, segundo dados da Direção-Geral da Saúde.

A doença respiratória é provocada pelo coronavírus SARS-CoV-2, detetado no final de 2019 em Wuhan, cidade do centro da China, e atualmente com variantes identificadas em países como o Reino Unido, Índia, África do Sul, Brasil ou Peru.

LUSA/HN

0 Comments

Submit a Comment

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

ÚLTIMAS

Prémio de Investigação Noémia Afonso recebe trabalhos até 31 de julho

O Prémio de Investigação Noémia Afonso, promovido pela Sociedade Portuguesa de Senologia (SPS), anunciou a extensão do prazo de envio dos trabalhos até 31 de julho de 2024. A iniciativa tem como objetivo incentivar a cultura científica e fomentar a investigação clínica na área do cancro da mama.

Guadalupe Simões: Quantidade de atos “não se traduz em acompanhamento com a qualidade e segurança que qualquer pessoa deverá exigir”

Esta sexta-feira, Guadalupe Simões, dirigente do Sindicato dos Enfermeiros Portugueses, criticou a escolha do Governo de pagar pela quantidade de atos. “Quando o Governo diz que dá incentivos ou que dá suplementos financeiros se fizerem mais intervenções cirúrgicas, se tiverem mais doentes nas listas, se operarem mais doentes no âmbito dos programas do SIGIC, se, se, se, está sempre a falar de quantidade de atos, que não se traduz em acompanhamento das pessoas com a qualidade e segurança que qualquer pessoa deverá exigir”, explicou ao HealthNews.

MAIS LIDAS

Share This
Verified by MonsterInsights