Estudo revela que incidência da Covid-19 nos sem-abrigo é inferior à da população em geral

Os dados de um estudo da Universidade Católica, realizado em parceria com o Núcleo de Planeamento e Intervenção Sem Abrigo (NPISA) Lisboa, revelam que a incidência da Covid-19 nesta população é inferior à população em geral.

O estudo “Vulneráveis mais vulneráveis? Diagnóstico e prevenção do risco da COVID 19 e do estado inflamatório das pessoas sem-abrigo em Lisboa” foi desenvolvido pelas plataformas Nursing Research Platform – Lisboa e SalivaTec do Centro de Investigação Interdisciplinar em Saúde (CIIS) da Universidade Católica Portuguesa em parceria com o NPISA Lisboa (Núcleo de Planeamento e intervenção para a pessoa em situação Sem-abrigo).

Os resultados da pesquisa apontam que a população sem-abrigo tem uma taxa de incidência de 2% enquanto a média nacional se encontra nos 18%.

Em comunicado é revelado que “das 500 pessoas em condição de sem-abrigo que integraram o estudo, os casos positivos à Covid 19 que residiam temporariamente em Centros de acolhimentos de emergência, foram isolados nas próprias instituições, após notificadas as autoridades Regionais e Locais de Saúde.”

“Outros casos positivos de pessoas em condição de sem-abrigo foram localizados na rua e encaminhadas para a Estrutura de Apoio de Retaguarda a fim de garantir o isolamento e convalescença”.

Com o alívio das medidas anticovid e a queda da máscara em espaços fechados, os especialistas são otimistas e apontam um impacto ligeiro ou nulo na incidência.

PR/HN/Vaishaly Camões

0 Comments

Submit a Comment

O seu endereço de email não será publicado.

Share This