SIM alerta para “rotura completa” das urgências do Hospital de Portalegre

25 de Junho 2022

O Sindicato Independente dos Médicos (SIM) alertou este sábado para a “rotura completa” do serviço de urgência do Hospital Dr. José Maria Grande, ULSNA, Portalegre.

O sindicato denunciou hoje a degradação das condições de trabalho do Hospital de Portalegre, situação que aos olhos do SIM é cada vez mais evidente “com o aumento da contratação de médicos tarefeiros, diminuição da capacidade de fixação de médicos e contratação de novos médicos com contrato individual de trabalho por tempo indeterminado e pela cada vez maior revolta dos médicos que aí trabalham.”

O SIM revelou que na quinta-feira tomou conhecimento de uma carta enviada, ao Conselho de administração, pelos médicos especialistas em Medicina Interna, “onde demonstram a sua preocupação perante a precariedade das condições de trabalho acrescendo o risco de erro médico devido ao elevado número de doentes a seu cargo.”

Na carta, os médicos denunciaram a falta de condições e de segurança para a prestação dos cuidados de saúde.

O SIM alerta, que se esta “situação nefasta” continuar e se se mantiver “este ambiente corrosível” vivido neste serviço, poderá aumentar ainda mais a saída de médicos deste serviço, a continua incapacidade de fixação dos médicos internos formados nesse serviço, “o risco acrescido da perda de idoneidade, o que tornará ainda mais difícil a prestação de cuidados com níveis de segurança aceitáveis tanto para os médicos como para os doentes”.

PR/HN/Vaishaly Camões

0 Comments

Submit a Comment

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

ÚLTIMAS

APDI dedica mês de maio à consciencialização para a Doença Inflamatória do Intestino (DII)

A APDI – Associação Portuguesa da Doença Inflamatória do Intestino, colite ulcerosa, doença de Crohn está a dedicar, mais uma vez, o mês de maio à consciencialização para a Doença Inflamatória do Intestino (DII) seguindo as indicações da EFFCA – Federação Europeia das  Associações de Doença de Crohn e Colite Ulcerosa que neste ano de 2024 escolheu como mote “A  DII não tem fronteiras”.

Nuno Jacinto: “A Medicina Geral e Familiar tem um papel central em todos os sistemas de saúde”

O presidente da Associação Portuguesa de Medicina Geral e Familiar (APMGF) reforçou a importância da especialidade na promoção da saúde e prevenção da doença. No âmbito do Dia Mundial do Médico de Família, Nuno Jacinto falou ao HealthNews sobre os constragimentos que estes profissionais de saúde enfrentam e dos desafios que os cuidados de saúde primários enfrentam em Portugal.

MAIS LIDAS

Share This
Verified by MonsterInsights