Associação lança manifesto para tornar o cancro da próstata uma prioridade

A Associação Portuguesa dos Doentes da Próstata (APDPróstata) lançou um manifesto com o intuito de chamar a atenção do Governo “para a importância de tornar esta doença masculina uma prioridade da saúde em Portugal.”

O manifesto “Vamos tornar o cancro da próstata uma prioridade em saúde em Portugal!” quer aumentar a sensibilização da população e dos políticos para a gravidade da doença. A APDPróstata quer que a iniciativa permita “agilizar a concretização de medidas mais assertivas no combate à doença”.

“Uma das principais razões pelas quais a nossa associação existe é para chamar a atenção dos homens para começarem cedo a tomar conta da sua próstata”, afirma Joaquim Domingos, presidente da associação.

A APDPróstata defende que as iniciativas em prol do cancro da próstata não devem ficar circunscritas ao mês de novembro (por ocasião do “Movember”) e que esta doença deve assumir “a mesma relevância na agenda política que outras doenças oncológicas, como é o caso do cancro da mama, do pulmão ou colorretal.”

O manifesto faz vários apelos à ação em domínios como a organização do sistema de saúde, o acesso atempado e equitativo aos cuidados de saúde e os comportamentos clínicos face ao diagnóstico e tratamento atempado da doença. Outros dos pilares do manifesto passam por priorizar e sensibilizar para a doença, debater, desenvolver tratamentos inovadores e parcerias, bem como promover a literacia em saúde.

As bases deste manifesto surgiram durante o debate “Um Olhar Informado Sobre o Cancro da Próstata em Portugal”, realizado em outubro de 2021 que juntou vários decisores na área da saúde.

De acordo com os peritos, o cancro da próstata está a ser diagnosticado cada vez mais tarde, havendo estudos que demonstram uma proporção crescente de homens diagnosticados com a doença metastática ou em fase avançada. “Só em 2020, o cancro da próstata foi responsável por mais de 100 mil mortes na Europa”, alerta a APDPróstata.

PR/HN/Vaishaly Camões

0 Comments

Submit a Comment

O seu endereço de email não será publicado.

Share This