Fundação Champalimaud e Agência Internacional de Energia Atómica em parceria para investigação e tratamento do cancro

A Fundação Champalimaud e a Agência Internacional de Energia Atómica (AIEA) iniciaram uma parceria para o desenvolvimento da investigação, tratamento e diagnóstico de doenças oncológicas.

O acordo de associação entre a Fundação Champalimaud e esta organização autónoma ligada às Nações Unidas foi firmado na segunda-feira, durante uma visita de Rafael Mariano Grossi, diretor-geral da AIEA, ao Centro Clínico Champalimaud (CCC).

A parceria incide nas áreas de radiação oncológica, imagiologia médica de diagnóstico, medicina nuclear e física médica, com o objetivo de estabelecer a estrutura para a cooperação entre as duas instituições, em diferentes áreas: colaboração em pesquisas e publicações; troca e disseminação de informação, incluindo as melhores práticas; assistência em formação e capacitação; desenvolvimento de cursos educacionais e de treino; participação em missões de especialistas a países de baixo e médio baixo rendimento membros da AIEA; colaboração na organização de reuniões e workshops; e fornecimento de conhecimentos especializados para apoiar as atividades de formação da AIEA para Estados-membros.

“Acreditamos que desta parceria resultarão ganhos para a Ciência e para o tratamento das pessoas com doença oncológica. O desenvolvimento do conhecimento é um processo colaborativo e orgulhamo-nos de poder estabelecer este acordo com uma instituição de referência global”, comentou Leonor Beleza, presidente da Fundação Champalimaud.

A parceria inclui também a colaboração na execução de estágios de beneficiários do Programa de Bolsas Marie Sklodowska-Curie, da AIEA, no CCC.

PR/HN/RA

0 Comments

Submit a Comment

O seu endereço de email não será publicado.

Share This