Utentes de Vila Franca de Xira concentrar-se no sábado em protesto contra a falta de médicos

23 de Junho 2023

Os utentes de saúde de Vila Franca de Xira vão concentrar-se no sábado junto ao centro de Saúde do Forte da Casa em protesto contra a falta de médicos de família, foi hoje divulgado.

A ação de protesto vai decorrer pelas 18:00, sendo antecedida por um encontro que junta as sete comissões de utentes de saúde de Vila Franca de Xira, segundo disse à agência Lusa Nélia Ferreira, do Movimento de Utentes de Serviços Públicos (MUSP).

Em causa está, explicou Nélia Ferreira, as “carências no acesso aos cuidados de saúde”, nomeadamente a falta de médicos de família no concelho de Vila Franca de Xira, do distrito de Lisboa.

“Estamos a assistir a um desinvestimento e a uma degradação do SNS (Serviço Nacional de Saúde). A ideia é debater com as comissões e com os utentes os problemas que temos e discutir futuras formas de luta”, apontou.

Segundo Nélia Ferreira, neste momento, no concelho de Vila Franca de Xira cerca de 70 mil pessoas estão sem médico de família, existindo apenas um centro de saúde com atendimento complementar (Póvoa de Santa Iria), para onde se têm de deslocar os utentes das outras freguesias.

“Defendemos que o atendimento complementar tem de ser alargado, pelo menos, para Vila Franca de Xira e Alverca para que possam ser atendidas por dia mais pessoas e para que estas não tenham de percorrer grandes distâncias”, defendeu.

Relativamente ao Hospital de Vila Franca de Xira, os utentes defendem que seja criado um parque de estacionamento gratuito.

“Em relação a amanhã (sábado) esperamos uma grande adesão. O que posso assegurar é que não ficaremos por aqui”, afirmou.

LUSA/HN

0 Comments

Submit a Comment

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

ÚLTIMAS

APAH defende autonomia após ministra anunciar auditoria

 A Associação Portuguesa de Administradores Hospitalares (APAH) defendeu hoje autonomia para as administrações tomarem decisões, depois de a ministra da Saúde anunciar a criação de uma comissão para auditar os conselhos de administração dos hospitais.

Enfermeiros denunciam situação “explosiva” na Linha SNS 24

A Linha SNS 24 vive uma situação “explosiva” e, entre os enfermeiros que prestam serviço nesta linha de atendimento, já se fala em paralisação. A denúncia é feita pelo Sindicato dos Enfermeiros (SE), que teve conhecimento do caso por meio de uma exposição dos enfermeiros que ali prestam serviço, em tempo parcial.

Violência contra a pessoa idosa em debate

A Câmara Municipal de Ponta Delgada (São Miguel, Açores) promove na próxima sexta-feira, às 9h30, uma palestra subordinada ao tema da consciencialização da violência contra a pessoa idosa, isto na véspera do dia mundial que lhe é dedicado pela Organização das Nações Unidas.

MAIS LIDAS

Share This
Verified by MonsterInsights