80% dos profissionais de saúde cumpriu regras de higiene das mãos em 2023

5 de Maio 2024

A taxa de cumprimento das regras de higiene das mãos entre os profissionais das unidades de saúde atingiu os 80% em 2023, segundo a Direção-geral de Saúde (DGS).

Esta percentagem é semelhante a 2022, mas representa uma tendência de aumento desde 2015 (73,1%) quando as autoridades de saúde portuguesas lançaram ações de sensibilização, refere uma nota da DGS, por ocasião do Dia Mundial da Higiene das Mãos, que se celebra hoje, numa iniciativa integrada no Programa de Prevenção e Controlo de Infeções e de Resistência a Antimicrobianos (PPCIRA) da DGS.

“Em 2020, com a pandemia por covid-19, registou-se um aumento significativo do cumprimento da higiene das mãos (82,6%), reduzindo-se de forma pouco significativa entre 2021-2022”, refere a DGS.

Por outro lado, “desde 2009 tem vindo a aumentar, significativamente, o número de unidades de saúde aderentes à monitorização da higiene das mãos”, passando de 98 nessa data para 181 em 2023.

As autoridades reforçam a importância do cumprimento da higiene das mãos “antes do contacto com o doente, antes de procedimentos limpos ou asséticos, após risco de exposição a fluídos biológicos, após contacto com o doente e após contacto com o ambiente do doente”.

“Da análise dos dados verifica-se, também, que se mantém a perceção, pelos profissionais de saúde, que nas situações de uso de luvas na prestação de cuidados não é necessária a higiene das mãos”, o que é um “procedimento incorreto”, que potencia a transmissão de microrganismos, alertam as autoridades.

As estimativas indicam que em 2050 a mortalidade por infeções associadas aos cuidados de saúde e relacionadas com a resistências aos antibióticos será igual à mortalidade por cancro.

0 Comments

Submit a Comment

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

ÚLTIMAS

Exposição “Arte e Vida: Enfrentar a Esclerose Múltipla” de Emanuel Ribeiro abre em Lisboa

O artista Emanuel Ribeiro apresenta três das suas mais impactantes obras – “À Deriva”, “Grito Mudo” e “Libertação” – na exposição “Arte e Vida: Enfrentar a Esclerose Múltipla”. Organizada pela Sociedade Portuguesa de Esclerose Múltipla (SPEM), com o apoio da Merck e do El Corte Inglés (ECI), a exposição visa retratar as complexidades, desafios e triunfos da vida com esclerose múltipla.

Futuros nutricionistas enfrentam “tubarões” no Teatro Thalia

A NOVA Medical School vai trazer para a academia o conhecido modelo de captação de negócio ‘Shark Tank’, dia 28 de junho no Teatro Thalia, em Lisboa, proporcionando uma plataforma para os alunos finalistas da Licenciatura em Ciências da Nutrição se apresentarem ao mercado de trabalho.

Relatório de saúde STADA 2024: sistemas de saúde na Europa precisam de reformas urgentes

Os sistemas de saúde europeus estão em crise e necessitam de uma reforma urgente, revela o Relatório de Saúde da STADA 2024. Este inquérito representativo, que envolveu cerca de 46.000 entrevistados em 23 países europeus, destaca que os sistemas de saúde não conseguem atender adequadamente às necessidades de muitos europeus, levando-os a assumir a responsabilidade pela sua própria saúde.

MAIS LIDAS

Share This
Verified by MonsterInsights