MSD anuncia colaborações para acelerar vacinas e antivirais contra a Covid-19

2 de Junho 2020

A MSD anunciou esta terça-feira que estão a ser estabelecidos um conjunto de esforços de combate à Covid-19. A multinacional farmacêutica revelou a aquisição da Themis Bioscience, a colaboração com a IAVI para o desenvolvimento de potenciais vacinas contra o novo coronavírus e a parceria com a Ridgeback Bio para avançar com a criação de um antiviral. As vacinas já contam com a participação de um voluntário e prevê-se o arranque dos ensaios clínicos até ao final do ano.

A farmacêutica, líder em vacinas e no desenvolvimento de antivirais afirma que está a trabalhar numa “solução de tratamento e em resposta de prevenção”. De acordo com a MSD, o seu “legado único nesta área” possibilitou a união de esforços de duas entidades “focadas no tratamento de doenças infeciosas para contribuir com esperança para o desenvolvimento de uma resposta segura, eficaz e acessível a todas as pessoas”. É por isso que a empresa defende que o sucesso das soluções à pandemia exige esforços múltiplos entre países e empresas.

A MSD garante que a parceria estabelecida com a IAVI e a aquisição da Themis Bioscience vão “acelerar o processo e aumentar a capacidade de resposta” à Covid-19. No entanto, a farmacêutica diz ainda que “parte deste trabalho terá como base os esforços desenvolvidos previamente para combater outros vírus que estão na origem do sarampo e do ébola.”

Para além das vacinas, a farmacêutica quer avaliar os seus ativos antivirais para tratar pessoas com Covid-19. Foi neste sentido que a MSD fechou um acordo com a Ridgeback Biotherapeutics LP para desenvolver o EIDD-2801. O candidato antiviral de administração oral já em estádios de desenvolvimento clínico para o tratamento de pacientes com Covid-19. A companhia garante que os estudos da fase I demonstram que “o composto é bem tolerado e os estudos pré-clínicos indicam que o EIDD-2801 possui propriedades antivirais potentes contra várias estirpes de coronavírus, incluindo o SARS-CoV-2.”

A MSD acredita que as colaborações vão complementar não só as suas capacidades de investigação e desenvolvimento de vacinas, mas também reforçar a descoberta, desenvolvimento, produção e distribuição a nível mundial.

PR/HN/ Vaishaly Camões

 

0 Comments

Submit a Comment

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

ÚLTIMAS

IPG acolhe polo do Centro de Envelhecimento Ativo

O Instituto Politécnico da Guarda (IPG) vai acolher um polo do Centro de Competências de Envelhecimento Ativo, que irá desenvolver atividades para criar melhores condições de vida aos idosos da região.

MAIS LIDAS

Share This
Verified by MonsterInsights