Lisboa e Vale do Tejo com mais de 90% das novas infeções

12 de Junho 2020

Lisboa e Vale do Tejo (LVT) voltou a registar esta sexta-feira 91% dos novos casos diários de infeção por Covid-19, com 246 dos 270 novos doentes, mas a única morte reportada aconteceu na região Norte, segundo a Direção-Geral da Saúde.

De acordo com o boletim da situação epidemiológica em Portugal, a região de LVT reportou 91,1% dos novos casos, depois de na quinta-feira essa percentagem ter sido de 91,2%.

Na terça e na quarta-feira, LVT já tinha concentrado 92% das novas infeções, acima dos 78% registados na segunda-feira e dos 75% verificados no domingo. No sábado, a percentagem tinha sido semelhante às dos últimos dois dias, com 90%.

Dos 270 novos casos, LVT registou 246, a região Norte 17, o Centro cinco e no Algarve foram reportados dois novos casos de infeção por Covid-19.

Não foram registadas novas infeções no Alentejo (que continua com 277 casos), na Região Autónoma dos Açores (143) e na Região Autónoma da Madeira (90).

Nas últimas 24 horas, apenas uma pessoa morreu (menos seis do que na quinta-feira), na região Norte.

Relativamente aos números de quinta-feira, em LVT foram registados mais 246 casos de infeção por Covid-19, para um total de 14.407, e a região Norte tem mais 17 casos, 6,2% dos novos infetados, para um total de 17.024.

O Centro tem cinco novos casos, representando 1,8% dos novos infetados, para um total de 3.846, e o Algarve dois novos casos, representando 0,7%, para um total de 393.

O concelho com mais casos continua a ser Lisboa, num total de 2.803, mais 14 do que na quinta-feira, mas foi nos municípios de Sintra, Loures e Amadora que se registaram os maiores aumentos de infeções.

Sintra tem agora 1.839 casos, mais 37 do que na quinta-feira, Loures está com 1.383 infetados, mais 31, e a Amadora com 1.186, mais 34.

Também na Área Metropolitana de Lisboa (AML), Odivelas regista um total de 758 infeções por Covid-19, mais 13 do que na quinta-feira, Cascais está com 692 (+11), Oeiras com 543 (+13), Vila Franca de Xira com 536 (+11), Almada com 489 (+1) e o Seixal com 482 (+2).

Ao fim de seis dias sem novos casos, Vila Nova de Gaia, o concelho da região Norte mais afetado pela pandemia, reportou cinco novas infeções, subindo para 1.597 casos.

Desde sábado que os outros quatro concelhos do Norte com mais infetados não registam novos casos. Assim, o Porto continua com um total de 1.414 casos, Matosinhos com 1.292, Braga com 1.256 e Gondomar com 1.093.

A Direção-Geral da Saúde realça que os números apresentados referem-se ao total de notificações médicas no sistema SINAVE (excluindo notificações laboratoriais), pelo que podem “não corresponder à totalidade dos casos por concelho”.

Portugal regista hoje 1.505 mortes relacionadas com a covid-19, mais uma do que na quinta-feira, e 36.180 infetados, mais 270, segundo o boletim epidemiológico divulgado pela Direção-Geral da Saúde.

Em comparação com os dados de quinta-feira, em que se registavam 1.504 mortes, hoje constatou-se um aumento de óbitos de 0,1%. Já os casos e infeção subiram cerca de 0,8%.

A pandemia de Covid-19 já provocou mais de 421 mil mortos e infetou mais de 7,5 milhões de pessoas em 196 países e territórios, segundo um balanço feito pela agência francesa AFP.

A doença é transmitida por um novo coronavírus detetado no final de dezembro, em Wuhan, uma cidade do centro da China.

LUSA/HN

0 Comments

Submit a Comment

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

ÚLTIMAS

IPG acolhe polo do Centro de Envelhecimento Ativo

O Instituto Politécnico da Guarda (IPG) vai acolher um polo do Centro de Competências de Envelhecimento Ativo, que irá desenvolver atividades para criar melhores condições de vida aos idosos da região.

UC integra estudo mundial sobre aumento da obesidade

Mais de um bilião de pessoas vivem atualmente com obesidade no mundo, segundo um estudo internacional em que participaram investigadores da Universidade de Coimbra (UC), divulgou a instituição.

Quinze ULS terão equipas dedicadas na área da Saúde Mental

Os primeiros Centros de Responsabilidade Integrados dedicados à Saúde Mental vão arrancar em 15 Unidades Locais de Saúde, numa primeira fase em projeto-piloto e durante 10 meses, segundo uma portaria publicada em Diário da República.

MAIS LIDAS

Share This
Verified by MonsterInsights