Milhares de pessoas desrespeitaram medidas de contenção no Reino Unido

15 de Junho 2020

Milhares de pessoas desrespeitaram as proibições de ajuntamento no Reino Unido, por causa da pandemia de covid-19, participando em duas grandes festas, disse a polícia de Manchester.

“Duas grandes ‘raves’ (festas de longa duração, com música eletrónica) ocorreram em Carrington e Doysleden (no norte de Inglaterra), no sábado. Essas ‘raves’ eram ilegais e são condenáveis. Foram claramente uma violação da lei e das diretrizes relacionadas com o novo coronavírus”, disse hoje o vice-chefe da polícia de Manchester, Chris Sykes, num comunicado.

Sykes disse ainda que uma dessas festas, em Doysleden, em que participaram milhares de pessoas, teve “consequências fatais”, referindo-se à morte de um jovem, de 20 anos, por suposta ‘overdose’ de drogas.

Em Carrington, a ‘rave’ estava apenas meio lotada, mas foi pontuada por incidentes graves, com três ataques com facas, um dos quais feriu gravemente um jovem de 18 anos, tendo outros dois homens, de 25 e 26 anos, ficado feridos numa altercação.

A polícia investiga ainda o estupro de uma jovem de 18 anos, que participava dessa festa.

Agentes da polícia foram atingidos por projéteis lançados pelos participantes na ‘rave’ de Carrington e um carro das forças de segurança foi vandalizado.

“É absolutamente inaceitável. Não podemos tolerar este tipo de comportamentos”, disse Sykes.

A deputada local Angela Rainer (do Partido Trabalhista) condenou a realização destas ‘raves’, dizendo que os participantes “colocam em risco as suas vidas, bem como as dos seus entes queridos”.

O Governo britânico proibiu ajuntamentos até seis pessoas.

Mais de 41 mil pessoas morreram no Reino Unido, com o novo coronavírus.

A pandemia de covid-19 já provocou mais de 430 mil mortos e infetou mais de 7,7 milhões de pessoas em 196 países e territórios, segundo um balanço feito pela agência francesa AFP.

A doença é transmitida por um novo coronavírus detetado no final de dezembro, em Wuhan, uma cidade do centro da China.

Depois de a Europa ter sucedido à China como centro da pandemia em fevereiro, o continente americano é agora o que tem mais casos confirmados e mais mortes.

LUSA/HN

0 Comments

Submit a Comment

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

ÚLTIMAS

Sociedade Portuguesa de Dermatologia e Venereologia promove reunião de Verão em Évora

Nos próximos dias 28 e 29 de junho, a Sociedade Portuguesa de Dermatologia e Venereologia (SPDV) realizará a sua Reunião de Verão no Hotel Vila Galé, em Évora. O evento é uma oportunidade para dermatologistas e profissionais da área compartilharem conhecimentos, debaterem os últimos avanços na especialidade e fortalecerem laços profissionais

SIM e Secretaria da Saúde dos Açores avançam em negociações para melhorar condições de trabalho dos médicos

Os Sindicatos Médicos e a Secretaria Regional da Saúde dos Açores (SRSA) estiveram reunidos no passado dia 4 para discutir questões relacionadas com condições de trabalho dos médicos na região. Embora a reunião não tenha resultado na implementação imediata de medidas específicas para a melhoria dessas condições, diversos aspetos do processo negocial foram revistos e acordados, prometendo tornar as futuras negociações mais céleres e eficazes.

Preveris é a nova marca de prevenção em saúde

A Preveris, uma empresa do Grupo CUF, resulta da união de duas marcas de sucesso: SAGIES e Atlanticare. Com uma experiência acumulada de mais de 50 anos e o legado de experiência, rigor e confiança do Grupo CUF, esta união representa a soma desse conhecimento, numa nova marca que se coloca ao serviço da prevenção, da saúde e do bem-estar das empresas portuguesas. Operadora líder de mercado no setor da saúde ocupacional em Portugal, a Preveris é responsável por servir 25 por cento das 100 maiores empresas que atuam no nosso país.  

ENSP NOVA e NTT DATA estabelecem parceria para potenciar a inovação em saúde

A Escola Nacional de Saúde Pública da Universidade NOVA de Lisboa (ENSP NOVA) e a consultora global de negócio e tecnologia NTT DATA fornalizaram esta quarta-feira um protocolo de colaboração que vai permitir impulsionar a formação avançada, o desenvolvimento de investigação e projetos de inovação na área da saúde. O objetivo é promover avanços significativos no setor.

MAIS LIDAS

Share This
Verified by MonsterInsights