Curso ‘online’ quer ajudar cuidadores a prevenir transmissão no domicílio

18 de Junho 2020

Docentes da Escola Superior de Enfermagem do Porto (ESEP) vão desenvolver um curso ‘online’ para ajudar os cuidadores informais a terem uma “maior consciencialização dos riscos” da infeção pelo novo coronavírus e prevenirem a sua transmissão em contexto domiciliário.

“Os cuidadores carecem de maior informação sobre como cuidar das pessoas mais vulneráveis em contexto domiciliário”, afirmou, em declarações à Lusa, Maria José Lumini, docente da ESEP.

O projeto, desenvolvido no âmbito da 2.ª edição da linha de financiamento da Fundação para a Ciência e Tecnologia (FCT) RESEARCH 4 COVID-19, pretende assim desenvolver um MOOC [curso online aberto e massivo] que contribua para uma maior consciencialização dos riscos da infeção pelo SARS-CoV-2.

Dividido por módulos, como medidas de higiene pessoal e habitacional, medidas de acompanhamento e vigilância e atividades de autocuidado, o curso visa também a “prevenção da transmissão da covid-19 em contexto domiciliário”.

Segundo Maria José Lumini, que desde 2004 se debruça sobre a temática dos cuidadores informais, o MOOC vai ser validado por um grupo de especialistas do CINTESIS – Centro de Investigação em Tecnologias e Serviços de Saúde e, posteriormente, avaliado por 30 cuidadores.

“Partiremos de uma análise da melhor evidência científica sobre as medidas recomendadas para este tipo de pessoas a viver em contexto domiciliário”, referiu, acrescentando que, após a fase de testes, o curso estará acessível na plataforma NAU.

A responsável afirmou que o objetivo do projeto é “chegar ao maior número de cuidadores” e “dar resposta à lacuna existente em relação à oferta de soluções para informar estes cuidadores para os novos desafios impostos pela pandemia”.

“O peso da doença nas pessoas mais idosas e vulneráveis tem um grande impacto para o Serviço Nacional de Saúde (SNS) e para as famílias. Pessoas mais informadas tomam decisões mais ajustadas e eficazes, sendo que o estudo visa proteger este grupo de pessoas consideradas de maior fragilidade”, salientou a docente, acrescentando que, o mesmo pode também apoiar “indiretamente” os profissionais de saúde.

Com um financiamento de 21.628 euros, este é um dos 55 projetos apoiado pela 2.ª edição da linha RESEARCH 4 COVID-19, que tem como objetivo responder às necessidades do SNS e que na sua 1.ª edição apoiou 66 projetos.

Além de três docentes da ESEP, o projeto “Ser cuidador na pandemia por covid-19: a massive open online course (MOOC) sobre medidas de prevenção e de autocuidado aos mais vulneráveis”, conta com a ajuda de profissionais do CINTESIS e da Associação Cuidadores.

Portugal contabiliza pelo menos 1.523 mortos associados à covid-19 em 37.672 casos confirmados de infeção, segundo o último boletim da Direção-Geral da Saúde (DGS).

LUSA/HN

0 Comments

Submit a Comment

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

ÚLTIMAS

Sociedade Portuguesa de Dermatologia e Venereologia promove reunião de Verão em Évora

Nos próximos dias 28 e 29 de junho, a Sociedade Portuguesa de Dermatologia e Venereologia (SPDV) realizará a sua Reunião de Verão no Hotel Vila Galé, em Évora. O evento é uma oportunidade para dermatologistas e profissionais da área compartilharem conhecimentos, debaterem os últimos avanços na especialidade e fortalecerem laços profissionais

SIM e Secretaria da Saúde dos Açores avançam em negociações para melhorar condições de trabalho dos médicos

Os Sindicatos Médicos e a Secretaria Regional da Saúde dos Açores (SRSA) estiveram reunidos no passado dia 4 para discutir questões relacionadas com condições de trabalho dos médicos na região. Embora a reunião não tenha resultado na implementação imediata de medidas específicas para a melhoria dessas condições, diversos aspetos do processo negocial foram revistos e acordados, prometendo tornar as futuras negociações mais céleres e eficazes.

Preveris é a nova marca de prevenção em saúde

A Preveris, uma empresa do Grupo CUF, resulta da união de duas marcas de sucesso: SAGIES e Atlanticare. Com uma experiência acumulada de mais de 50 anos e o legado de experiência, rigor e confiança do Grupo CUF, esta união representa a soma desse conhecimento, numa nova marca que se coloca ao serviço da prevenção, da saúde e do bem-estar das empresas portuguesas. Operadora líder de mercado no setor da saúde ocupacional em Portugal, a Preveris é responsável por servir 25 por cento das 100 maiores empresas que atuam no nosso país.  

ENSP NOVA e NTT DATA estabelecem parceria para potenciar a inovação em saúde

A Escola Nacional de Saúde Pública da Universidade NOVA de Lisboa (ENSP NOVA) e a consultora global de negócio e tecnologia NTT DATA fornalizaram esta quarta-feira um protocolo de colaboração que vai permitir impulsionar a formação avançada, o desenvolvimento de investigação e projetos de inovação na área da saúde. O objetivo é promover avanços significativos no setor.

MAIS LIDAS

Share This
Verified by MonsterInsights