Eventos cancelados até ao final de novembro nas Terras de Trás-os-Montes

10 de Setembro 2020

A Comunidade Intermunicipal (CIM) das Terras de Trás-os-Montes informou hoje que decidiu prolongar o cancelamento de eventos neste território até ao final de novembro como medida de contenção da pandemia de covid-19.

A medida surge no seguimento da posição assumida em maio de cancelar até setembro todos os eventos no território desta CIM, que abrange os concelhos de Alfândega da Fé, Bragança, Macedo de Cavaleiros, Miranda do Douro, Mirandela, Mogadouro, Vila Flor, Vimioso e Vinhais.

O prolongamento até, pelo menos, ao final de novembro do cancelamento dos eventos aplica-se, segundo a CIM, a “feiras temáticas, festas populares, festivais e iniciativas análogas que impliquem ajuntamentos de pessoas”.

“Esta é uma das respostas para evitar possíveis contágios e cadeias de contaminação potenciadas pela aglomeração de pessoas que estas iniciativas implicam”, justiça, em comunicado.

A decisão “foi assumida unanimemente pelos nove presidentes de câmara que compõem o Conselho Intermunicipal da CIM das Terras de Trás-os-Montes, tendo em conta o quadro atual, com os últimos dados conhecidos a merecerem a preocupação acrescida dos autarcas e o reforço de medidas preventivas”.

De acordo ainda com a Comunidade Intermunicipal, esta medida “será revista em função da evolução da situação pandémica, tendo sempre presente a necessidade de proteger a saúde pública”.

A CIM explica ainda que “as exceções a esta medida aplicam-se a iniciativas que, pelas suas características, permitam a aplicação das normas de distanciamento e segurança em vigor”.

Há quase quatro meses que não se registam mortes associadas à covid-19 em todo o distrito de Bragança.

No total dos 12 concelhos, foram contabilizados, desde o início da pandemia, 541 casos de infeção pelo novo coronavírus.

A pandemia de covid-19 já provocou mais de 900 mil mortos no mundo desde dezembro do ano passado, incluindo 1.849 em Portugal.

 

 

0 Comments

Submit a Comment

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

ÚLTIMAS

APAH defende autonomia após ministra anunciar auditoria

 A Associação Portuguesa de Administradores Hospitalares (APAH) defendeu hoje autonomia para as administrações tomarem decisões, depois de a ministra da Saúde anunciar a criação de uma comissão para auditar os conselhos de administração dos hospitais.

Enfermeiros denunciam situação “explosiva” na Linha SNS 24

A Linha SNS 24 vive uma situação “explosiva” e, entre os enfermeiros que prestam serviço nesta linha de atendimento, já se fala em paralisação. A denúncia é feita pelo Sindicato dos Enfermeiros (SE), que teve conhecimento do caso por meio de uma exposição dos enfermeiros que ali prestam serviço, em tempo parcial.

Violência contra a pessoa idosa em debate

A Câmara Municipal de Ponta Delgada (São Miguel, Açores) promove na próxima sexta-feira, às 9h30, uma palestra subordinada ao tema da consciencialização da violência contra a pessoa idosa, isto na véspera do dia mundial que lhe é dedicado pela Organização das Nações Unidas.

MAIS LIDAS

Share This
Verified by MonsterInsights