Candidatos dividem-se entre Lisboa e o Norte em dia de voto antecipado

17 de Janeiro 2021

Os candidatos presidenciais entram hoje na segunda metade campanha oficial divididos entre Lisboa e o Norte, num dia em que 246 mil pessoas podem ir às urnas no voto antecipado.

Em campanha por Lisboa, a socialista Ana Gomes é a candidata mais madrugadora neste domingo, visita às 09:30 os Bombeiros Voluntários de Carnaxide, duas horas depois a corporação de Odivelas e antes de almoço terá um encontro de trabalho na PSP de Loures.

À tarde, a candidata com o apoio do PAN e Livre reúne-se com a Associação de Moradores do Bairro dos Navegadores, Oeiras, antes de terminar o dia com uma sessão “on-line” para falar sobre um “país socialmente justo, para todas as gerações” com Elísio Estanque, sociólogo e professor da Faculdade de Economia da Universidade de Coimbra, e Inês Sousa Real, líder parlamentar do PAN.

Também por Lisboa, onde é vereador, o comunista João Ferreira, apoiado pelo PCP e PEV, vai de manhã à Voz do Operário para um encontro sobre habitação, à tarde tem contactos com trabalhadores de grandes superfícies comerciais, junto ao El Corte Inglés, com associações populares em Loures e participa num encontro “on-line” sobre a saúde mental de crianças e jovens em tempos de pandemia.

O candidato comunista regressa a Lisboa ao fim da tarde para mais um encontro, desta vez sobre direitos da juventude.

No dia em que é possível começar a votar, através do voto antecipado em mobilidade – uma semana antes das eleições – João Cotrim Figueiredo, deputado e líder da Iniciativa Liberal vai exercer o seu direito cívico e depois encontra-se com o candidato do partido, Tiago Mayan, junto ao Padrão dos Descobrimentos, antes de cada um ir fazer uma corrida junto ao Tejo.

A outra candidata da esquerda, Marisa Matias, apoiada pelo BE, estará no Porto para um encontro pela manhã com precários do Instituto do Emprego e Formação Profissional (IEFP) e a meio da tarde participa num comício virtual onde também discursará o ex-líder dos bloquistas Francisco Louçã.

Ainda mais a Norte, em Guimarães e Braga, o candidato apoiado pelo Chega, André Ventura, faz dois um comício, um à tarde, em Guimarães, e outro em Braga, ao início da noite.

Quem continua com a campanha mais confinada é Vitorino Silva, conhecido por Tino de Rans, que para hoje só tem prevista uma conversa “on-line” com emigrantes portugueses espalhados pelo mundo.

Marcelo Rebelo de Sousa, Presidente e recandidato, com o apoio do PSD e CDS-PP, não divulgou agenda de campanha para hoje.

As eleições presidenciais, que se realizam em plena pandemia de covid-19 em Portugal, estão marcadas para 24 de janeiro e esta é a 10.ª vez que os portugueses são chamados a escolher o Presidente da República em democracia, desde 1976. A campanha eleitoral decorre até 22 de janeiro.

Concorrem às eleições sete candidatos, Marisa Matias (apoiada pelo Bloco de Esquerda), Marcelo Rebelo de Sousa (PSD e CDS/PP) Tiago Mayan Gonçalves (Iniciativa Liberal), André Ventura (Chega), Vitorino Silva, mais conhecido por Tino de Rans, João Ferreira (PCP e PEV) e a militante do PS Ana Gomes (PAN e Livre).

LUSA/HN

0 Comments

Submit a Comment

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

ÚLTIMAS

IPG acolhe polo do Centro de Envelhecimento Ativo

O Instituto Politécnico da Guarda (IPG) vai acolher um polo do Centro de Competências de Envelhecimento Ativo, que irá desenvolver atividades para criar melhores condições de vida aos idosos da região.

UC integra estudo mundial sobre aumento da obesidade

Mais de um bilião de pessoas vivem atualmente com obesidade no mundo, segundo um estudo internacional em que participaram investigadores da Universidade de Coimbra (UC), divulgou a instituição.

MAIS LIDAS

Share This
Verified by MonsterInsights