INE revela número de novos casos com “diminuição acentuada” a partir de 28 de fevereiro

12 de Março 2021

O número de novos casos de Covid-19 teve uma "diminuição acentuada" a partir de 28 de fevereiro, tendo em 10 de março sido de 5.119 casos no acumulado de sete dias, o valor mais baixo desde 29 de setembro de 2020.

Os números são hoje divulgados pelo Instituto Nacional de Estatística (INE) na publicação “Indicadores de contexto demográfico e da expressão territorial da pandemia covid-19 em Portugal” com dados até 10 de março.

“A taxa de incidência de covid-19 a 14 dias foi de 105 casos por cada 100 mil habitantes. Esta taxa tinha atingido um máximo a 29 de janeiro (1.667)”, mostram também os indicadores do INE.

Fazendo uma análise a óbitos por regiões, o Instituto Nacional de Estatística realça que, entre 1 e 28 de fevereiro de 2021, o número preliminar de óbitos nas regiões Área Metropolitana de Lisboa (AML) e Centro situou-se acima da média nacional.

Na Área Metropolitana de Lisboa o número de óbitos foi 1,5 vezes superior ao do período homólogo de referência (média para o mesmo período nos anos de 2015 a 2019) e na região Centro 1,2 vezes superior.

Comparando os resultados das regiões NUTS II (nomenclatura de unidades territoriais na divisão do país) entre as semanas de 2 a 29 de março de 2020 e as semanas de 01 a 28 de fevereiro de 2021, verificam-se valores superiores no período mais recente em todas regiões do país, com exceção da região Norte.

Em 63 municípios o número de óbitos entre 1 e 28 de fevereiro foi 1,5 vezes superior ao valor homólogo de referência, sendo que na semana anterior estavam nessa categoria 105 municípios.

O INE indica também que em 02 de março, data da última atualização de dados ao nível de município, “a tendência para o aumento da concentração territorial do número de novos casos acentuou-se”, tendo o valor obtido para esta data (23,4%) sido próximo do valor de 8 de dezembro 2020 (22,0%).

“A 2 de março de 2021, dos 308 municípios portugueses, 258 encontravam-se em situação de risco moderado e apenas oito em situação de risco muito elevado”, salienta o INE.

Comparando com a semana anterior (23 de fevereiro), 82% dos municípios registaram uma redução da taxa de incidência cumulativa, incluindo todos os municípios das áreas metropolitanas de Lisboa e Porto.

Contudo, 29 municípios registaram uma taxa de variação positiva da incidência cumulativa a 14 dias, mais 15 do que na semana anterior e mais 22 do que há duas semanas.

A pandemia de Covid-19 provocou 16.635 mortes em Portugal dos 812.575 casos de infeção confirmados, segundo a Direção-Geral da Saúde.

LUSA/HN

0 Comments

Submit a Comment

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

ÚLTIMAS

ULS de Braga certifica mais 35 profissionais no âmbito do Programa Qualifica AP

A Unidade Local de Saúde de Braga (ULS de Braga) finalizou, esta semana, o processo de certificação de mais 35 profissionais, no âmbito do Programa Qualifica AP, uma iniciativa desenvolvida em parceria com a Comissão de Coordenação e Desenvolvimento Regional do Norte (CCDR-N), através do Centro Qualifica AP.

PCP apresenta medidas para “inverter a degradação” do SNS

O PCP apresentou esta sexta-feira algumas medidas urgentes para “inverter a degradação” do Serviço Nacional de Saúde (SNS), criticando as “políticas de vários governos” de PS, PSD e CDS, que abriram “caminho para a destruição” daquele serviço público.

DE-SNS mantém silêncio perante ultimato da ministra

Após o Jornal Expresso ter noticiado que Ana Paula Martins deu 60 dias à Direção Executiva do SNS (DE-SNS) para entregar um relatório sobre as mudanças em curso, o HealthNews esclareceu junto do Ministério da Saúde algumas dúvidas sobre o despacho emitido esta semana. A Direção Executiva, para já, não faz comentários.

ULS de Braga celebra protocolo com Fundação Infantil Ronald McDonald

A ULS de Braga e a Fundação Infantil Ronald McDonald assinaram ontem um protocolo de colaboração com o objetivo dar início à oferta de Kits de Acolhimento Hospitalar da Fundação Infantil Ronald McDonald aos pais e acompanhantes de crianças internadas nos serviços do Hospital de Braga.

FNAM lança aviso a tutela: “Não queremos jogos de bastidores nem negociatas obscuras”

A Federação Nacional dos Médicos (FNAM) disse esta sexta-feira esperar que, na próxima reunião com o Ministério da Saúde, “haja abertura para celebrar um protocolo negocial”. Em declarações ao HealthNews, Joana Bordalo e Sá deixou um alerta à ministra: ” Não queremos jogos de bastidores na mesa negocial. Não queremos negociatas obscuras.”

SNE saúda pedido de relatório sobre mudanças implementadas na Saúde

O Sindicato Nacional dos Enfermeiros (SNE) afirmou, esta sexta-feira, que vê com “bons olhos” o despacho, emitido pela ministra da Saúde, que solicita à Direção-Executiva do Serviço Nacional de Saúde (DE-SNS) um relatório do estado atual das mudanças implementadas desde o início de atividade da entidade.

MAIS LIDAS

Share This
Verified by MonsterInsights