Patronato britânico urge Governo a tomar medidas para acelerar economia

1 de Março 2022

A Confederação da Indústria Britânica (CBI), a principal organização do patronato britânico, urgiu hoje o Governo a “não perder” a oportunidade para acelerar o crescimento económico com benefícios fiscais e flexibilidade na imigração.

Antecipando a apresentação do Orçamento dopo Estado, prevista para 23 de março, a CBI garante que, com novas medidas, o crescimento económico pode chegar a 2,5% em 2023, ultrapassando as estimativas oficiais de 1,5%, revela num documento publicado hoje.

As estimativas, explicou a economista-chefe da organização, foram feitas em dezembro, antes do conflito na Ucrânia, pelo que não têm em conta o aumento da inflação no início do ano e o potencial impacto de sanções económicas no Reino Unido.

Entre as propostas estão uma dedução permanente do investimento das empresas, financiamento do treino de trabalhadores, flexibilização do recrutamento de trabalhadores estrangeiros e ajudas no impacto dos custos acrescidos com a energia.

As medidas surgem poucas semanas antes de entrar em vigor um aumento de impostos para financiar o setor da saúde e o fim de medidas de apoio à recuperação pós-pandemia e num contexto de subida da inflação e crise do custo de vida.

“Está na altura de agir se quisermos impulsionar a economia para uma trajetória de maior crescimento. Leva tempo para que as políticas entrem em ação e produzam resultados, então não faz sentido esperar (…) O Governo não pode perder um único momento”, afirmou o diretor geral da CBI, Tony Danker.

O Produto Interno Bruto (PIB) do Reino Unido cresceu 7,5% em 2021, depois de ter caído 9,4% no ano anterior, de acordo com o Office for National Statistics (ONS).

O Banco de Inglaterra aumentou na semana passada as taxas de juro do Reino Unido de 0,25% para 0,5%, o segundo aumento em dois meses, a fim de conter a inflação, que atingiu 5,4% em dezembro, um máximo de 30 anos.

LUSA/HN

0 Comments

Submit a Comment

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

ÚLTIMAS

Ministério avalia propostas das ordens nos próximos dois meses

O Governo vai avaliar nos próximos dois meses as propostas apresentadas hoje à ministra da Saúde pelas ordens profissionais, que demonstraram preocupação com a resposta assistencial do Serviço Nacional de Saúde (SNS), anunciou hoje a ministra.

Doenças evitáveis por vacinação estão a aumentar na Europa

As doenças evitáveis por vacinação estão a aumentar nos países da União Europeia (UE) e do Espaço Económico Europeu (EEE), alertou esta segunda-feira o Centro Europeu de Prevenção e Controlo das Doenças (ECDC) no âmbito da Semana Europeia da Vacinação.

MAIS LIDAS

Share This
Verified by MonsterInsights