Gabinete de prevenção da violência contra profissionais de saúde tem mandato renovado por mais um ano

21 de Junho 2023

O Governo prolongou por mais um ano o mandato do Gabinete de Segurança para a Prevenção e o Combate à Violência contra os Profissionais de Saúde, segundo despacho hoje publicado em Diário da República.

O gabinete foi criado em fevereiro de 2020 com mandato até 31 de janeiro de 2023, data a partir do qual seria integrado na estrutura do Ministério da Saúde, mas o Governo entendeu agora alargar a atividade deste organismo por mais um ano.

“A recente entrada em vigor do novo Estatuto do Serviço Nacional de Saúde veio promover profundas alterações orgânicas no seio do Serviço Nacional de Saúde, ainda em curso, que recomendam que se prorrogue por mais um ano o mandato do referido Gabinete junto do Ministério da Saúde, antes de se determinar em concreto a estrutura a que deverá ficar afeto em definitivo”, refere o despacho.

Assinado pelos ministros da Saúde e da Administração Interna, Manuel Pizarro e José Luís Carneiro, respetivamente, o despacho prevê ainda a continuidade em funções do coordenador do gabinete, o subintendente da PSP Sérgio Barata.

De acordo com os dados mais recentes do Gabinete de Segurança para a Prevenção e o Combate à Violência contra os Profissionais de Saúde, que foram divulgados em março, registaram-se em 2022 mais de 1.600 episódios de violência contra profissionais de saúde e as instituições denunciaram criminalmente mais de 200 situações.

“Foi o ano com maior número de notificações desde que existe a plataforma. Tivemos 1.632 registos de episódios de violência” contra profissionais de saúde, disse então à Lusa o coordenador do gabinete, Sérgio Barata.

NR/HN/Lusa

0 Comments

Submit a Comment

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

ÚLTIMAS

Miguel Quintas Neves: “Sou um apaixonado pela neurorradiologia em todas as suas manifestações”

Miguel Quintas Neves, neurorradiologista do Hospital de Braga, foi o primeiro português distinguido pela Sociedade Europeia de Neurorradiologia com o prémio de melhor trabalho científico do ano, entregue no passado dia 21 de setembro em Viena de Áustria. Em entrevista ao HealthNews, o médico explicou em que consiste o trabalho vencedor, sobre tauopatia primária relacionada com a idade (PART), falou-nos da paixão pela neurorradiologia, “em todas as suas manifestações”, e criticou a falta de investimento em investigação em Portugal.

Siemens Healthineers: “Já estamos bem na frente em termos de tecnologia, procedimentos, imagem e baixa dose de radiação”

O HealthNews viajou até ao coração da Siemens Healthineers para saber mais sobre a atual tecnologia ao serviço da saúde. “Tem ainda muita coisa para vir no futuro, (…) mas hoje nós já estamos bem na frente em termos de tecnologia, procedimentos, imagem e baixa dose de radiação”, disse Frederico Pasquarelli, Head of Advanced Therapies para o sul da Europa.

A insustentável mentira AME(N), Marta

Isabel Santiago
Professora Auxiliar Convidada e Investigadora em Comunicação em Saúde, IMPSP – Faculdade de Medicina, ULisboa

MAIS LIDAS

Share This
Verified by MonsterInsights