Moderna desenvolve vacina contra a VIH

Moderna desenvolve vacina contra a VIH

Depois do sucesso da tecnologia de ARN mensageiro utilizada para o desenvolvimento da vacina contra a Covid-19 a farmacêutica norte-americana anuncia que vai recorrer a esta nova ferramenta para criar uma vacina contra a VIH.

read more
Aprovada primeira combinação de medicamentos com toma mensal contra o VIH nos EUA

Rastreios de VIH nos CSP dão grande impulso ao diagnóstico precoce

Propor o rastreio do VIH na consulta dos m√©dicos de fam√≠lia aumenta as taxas de despistagem e melhora a dete√ß√£o e o diagn√≥stico precoce, sugere uma investiga√ß√£o realizada pela ‚ÄúQueen Mary University of London‚ÄĚ e pela ‚ÄúUCL School of Life and Medical Sciences‚ÄĚ. As taxas...

read more
Investigadores da OMS explicam baixas taxas de Covid-19 em √Āfrica

Investigadores da OMS explicam baixas taxas de Covid-19 em √Āfrica

O n√ļmero de casos e de mortes invulgarmente baixos de Covid-19 em √Āfrica podem dever-se a uma popula√ß√£o jovem e dispersa, e ao clima quente e h√ļmido, que se interrelacionam para potenciar os seus efeitos individuais, de acordo com investiga√ß√Ķes desenvolvidas pela Organiza√ß√£o Mundial de Sa√ļde (OMS).

read more
Epidemia de VIH: Uso bem sucedido de autotestes na √Āfrica rural

Epidemia de VIH: Uso bem sucedido de autotestes na √Āfrica rural

Apesar dos progressos significativos na preven√ß√£o e no tratamento, milh√Ķes de pessoas continuam a ser infetadas pelo VIH todos os anos. O principal fardo do VIH/SIDA recai sobre √Āfrica. Para conter a epidemia, s√£o necess√°rios m√©todos inovadores que permitam o diagn√≥stico precoce de todas as pessoas afetadas.

read more
Entrevista a Diogo Medina sobre o Programa FOCUS: ‚ÄúContinu√°mos a fazer diagn√≥sticos de VIH e hepatite mesmo durante a pandemia‚ÄĚ

Entrevista a Diogo Medina sobre o Programa FOCUS: ‚ÄúContinu√°mos a fazer diagn√≥sticos de VIH e hepatite mesmo durante a pandemia‚ÄĚ

O Programa FOCUS √© o maior programa de rastreios alguma vez feito em Portugal, tendo rastreado 100 mil pessoas em dois anos e meio de atividade. Desenvolvido¬† pela Gilead Sciences, o FOCUS ajuda unidades de sa√ļde existentes a melhorarem os seus programas de rastreio atrav√©s dos ‚Äútestes oportunistas‚ÄĚ que, apesar de serem sugeridos √† generalidade das pessoas, conseguem uma ades√£o superior a 90%.

read more
Os doentes que ficaram para trás na investigação do VIH

Os doentes que ficaram para trás na investigação do VIH

Pessoas com VIH das comunidades BAME (Black, Asian and Minority Ethnic), mulheres e homens heterossexuais, estão sub-representados nos estudos sobre o VIH, segundo uma investigação da Universidade de East Anglia (Reino Unido) e da Universidade de Western Sydney (Austrália).

read more
Cristina Sousa: ‚ÄúAs pessoas que nos chegam sabem que fazemos um bom trabalho‚ÄĚ. Abra√ßo premiada por Boas Pr√°ticas de Responsabilidade Social

Cristina Sousa: ‚ÄúAs pessoas que nos chegam sabem que fazemos um bom trabalho‚ÄĚ. Abra√ßo premiada por Boas Pr√°ticas de Responsabilidade Social

A Associa√ß√£o abra√ßo foi recentemente reconhecida na 5¬™ Edi√ß√£o da Semana da Responsabilidade Social com o pr√©mio ‚ÄúBoas Pr√°ticas de Responsabilidade Social‚ÄĚ, um galard√£o ‚Äúat√© agora‚ÄĚ meramente simb√≥lico que a presidente da associa√ß√£o, Cristina Sousa, est√° orgulhosa de ter arrecadado.

read more
Programa FOCUS. Rastreios abrandaram durante a pandemia, mas nunca pararam

Programa FOCUS. Rastreios abrandaram durante a pandemia, mas nunca pararam

Na Uni√£o Europeia 1 em cada 2 pessoas que vivem com VIH √© diagnosticada tardiamente. Isto √© particularmente preocupante nas popula√ß√Ķes migrantes e em homens heterossexuais, que registam um diagn√≥stico tardio de 57% e 63%, respetivamente. Comparativamente, 40% dos homens que fazem sexo com homens s√£o diagnosticados tardiamente.

read more
Entrevista: Ana Campos Reis: ‚ÄúFoi o medo da morte que se modificou‚ÄĚ. Trinta anos depois, em que ponto est√° o combate √† SIDA em Portugal?

Entrevista: Ana Campos Reis: ‚ÄúFoi o medo da morte que se modificou‚ÄĚ. Trinta anos depois, em que ponto est√° o combate √† SIDA em Portugal?

Ana Campos Reis prop√īs-se a assumir a dire√ß√£o da Casa Amarela ‚Äď Resid√™ncia de Sta. Rita de C√°cia provisoriamente, mas acabou por permanecer no cargo durante 30 anos. Ao longo deste tempo, ela e a sua equipa ajudaram mais de 4.000 pessoas carenciadas infetadas com VIH, sem que nunca negassem apoio a ningu√©m.

read more
Entrevista a Ricardo Baptista Leite: ‚ÄúTemos de ter um enfoque cada vez maior n√£o apenas na sobreviv√™ncia, mas cada vez mais na qualidade de vida e bem-estar dos doentes‚ÄĚ

Entrevista a Ricardo Baptista Leite: ‚ÄúTemos de ter um enfoque cada vez maior n√£o apenas na sobreviv√™ncia, mas cada vez mais na qualidade de vida e bem-estar dos doentes‚ÄĚ

Tornou-se um rosto importante no combate √† VIH/SIDA em Portugal. No dia em que se assinala a luta mundial contra a doen√ßa, Ricardo Baptista Leite admite, em exclusivo √† HealthNews, que √© necess√°rio implementar pol√≠ticas de sa√ļde inovadoras que promovam a qualidade de vida dos doentes, sugerindo um quatro 95 nas metas da ONU.

read more
Kamal Mansinho e a infe√ß√£o por VIH: ‚ÄúPandemia est√° a criar novos vulner√°veis‚ÄĚ

Kamal Mansinho e a infe√ß√£o por VIH: ‚ÄúPandemia est√° a criar novos vulner√°veis‚ÄĚ

Em entrevista ao HealthNews, Kamal Mansinho fala do caminho j√° percorrido e do muito que ainda falta fazer. E alerta: Ao fragilizar faixas importantes da popula√ß√£o, o impacto da pandemia por COVID 19 pode constituir a espoleta para um acr√©scimo de novas infe√ß√Ķes. Isto porque, explica ‚Äúa exclus√£o social e a pobreza s√£o campos f√©rteis para a dissemina√ß√£o do VIH‚ÄĚ

read more
Fatores determinantes de empregabilidade em pessoas que vivem com VIH/SIDA

Fatores determinantes de empregabilidade em pessoas que vivem com VIH/SIDA

As pessoas que vivem com VIH/SIDA podem ser alvo de discriminação pelas políticas de contratação dos empregadores. Um estudo publicado no American Journal of Industrial Medicine chegou à conclusão de que os fatores médicos e socioeconómicos podem prejudicar a empregabilidade destes doentes.

read more
Cristina Sousa: ‚ÄúAs pessoas que nos chegam sabem que fazemos um bom trabalho‚ÄĚ. Abra√ßo premiada por Boas Pr√°ticas de Responsabilidade Social

Entrevista Cristina Sousa, Presidente da ‚ÄúAbra√ßo‚ÄĚ: ‚ÄúA popula√ß√£o acha que n√£o h√° nada para tratar‚ÄĚ: Como √© a situa√ß√£o dos doentes com VIH 30 anos depois?

H√° 37 anos o mundo acordou para uma nova pandemia, bem diferente da de hoje. O VIH/SIDA matou j√° cerca de 33 milh√Ķes de pessoas em todo o mundo. Pesem alguns avan√ßos e recuos, Portugal cumpriu, em 2019, os chamados ‚Äútr√™s 90‚ÄĚ: 90% dos infetados diagnosticados, 90% dos diagnosticados em tratamento e 90% dos infetados em tratamento com carga viral indetet√°vel.

read more