Futuro da UE depende de políticas centradas nas pessoas

21 de Junho 2020

O novo presidente da Conferência Episcopal Portuguesa (CEP) afirmou hoje que sempre foi um admirador da União Europeia, mas advertiu que o futuro depende da capacidade de empreender políticas centradas nas pessoas e manifestou preocupação com os populismos.

“De certo modo, assusta-me, preocupa-me, ver os populismos que entre nós também se foram manifestando, que aliás, naufragaram com a pandemia”, disse José Ornelas, defendendo a ideia de que a União Europeia tem se seguir os ideais dos seus fundadores.

 “Eu sempre admirei a União Europeia porque, desde o seu início, não foi uma coisa levada simplesmente por sentimentos. Foi levada por ideais e por atitudes, que foram sempre muito discutidas. Não foi de uma forma pouco pensada que se fez isto. Era gente que tinha ideais, mas, ao mesmo tempo, fez caminhos concretos para realizá-los”, acrescentou o novo presidente da CEP, eleito na terça-feira, em entrevista à agência Lusa.

José Ornelas lembrou, no entanto que, muitas vezes, esses ideais, que considera essenciais para o futuro comum da Europa, não têm sido observados.

“Estamos numa Europa mais alargada, por isso mesmo também diversificada e também com histórias diferentes, mas é fundamental [observar esses ideais]. E estou convencido que, de facto, neste momento se decide muito do futuro e da viabilidade da Europa”, disse.

“E é sempre a mesma questão: ou as pessoas estão no centro, ou então não dá”, acrescentou o novo presidente da Conferência Episcopal Portugueses.

Mas se, por um lado, confessa admiração pelos ideais europeus, José Ornelas também critica o grupo de países, onde se incluem alguns europeus, que atraem os melhores cérebros de países mais pobres.

“São países que dizem: ‘nós não aceitamos imigrantes, mas engenheiros sim’. Isto é vampirismo. É vampirismo intelectual, é privar os pobres daqueles que os poderiam salvar. Nós trazemos de lá aqueles que poderiam ajudar a desenvolver esses países. E depois o resto é lixo, que fiquem lá com ele”, disse.

LUSA/HN

0 Comments

Submit a Comment

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

ÚLTIMAS

Sociedade Portuguesa de Dermatologia e Venereologia promove reunião de Verão em Évora

Nos próximos dias 28 e 29 de junho, a Sociedade Portuguesa de Dermatologia e Venereologia (SPDV) realizará a sua Reunião de Verão no Hotel Vila Galé, em Évora. O evento é uma oportunidade para dermatologistas e profissionais da área compartilharem conhecimentos, debaterem os últimos avanços na especialidade e fortalecerem laços profissionais

SIM e Secretaria da Saúde dos Açores avançam em negociações para melhorar condições de trabalho dos médicos

Os Sindicatos Médicos e a Secretaria Regional da Saúde dos Açores (SRSA) estiveram reunidos no passado dia 4 para discutir questões relacionadas com condições de trabalho dos médicos na região. Embora a reunião não tenha resultado na implementação imediata de medidas específicas para a melhoria dessas condições, diversos aspetos do processo negocial foram revistos e acordados, prometendo tornar as futuras negociações mais céleres e eficazes.

Preveris é a nova marca de prevenção em saúde

A Preveris, uma empresa do Grupo CUF, resulta da união de duas marcas de sucesso: SAGIES e Atlanticare. Com uma experiência acumulada de mais de 50 anos e o legado de experiência, rigor e confiança do Grupo CUF, esta união representa a soma desse conhecimento, numa nova marca que se coloca ao serviço da prevenção, da saúde e do bem-estar das empresas portuguesas. Operadora líder de mercado no setor da saúde ocupacional em Portugal, a Preveris é responsável por servir 25 por cento das 100 maiores empresas que atuam no nosso país.  

ENSP NOVA e NTT DATA estabelecem parceria para potenciar a inovação em saúde

A Escola Nacional de Saúde Pública da Universidade NOVA de Lisboa (ENSP NOVA) e a consultora global de negócio e tecnologia NTT DATA fornalizaram esta quarta-feira um protocolo de colaboração que vai permitir impulsionar a formação avançada, o desenvolvimento de investigação e projetos de inovação na área da saúde. O objetivo é promover avanços significativos no setor.

MAIS LIDAS

Share This
Verified by MonsterInsights