Administração do Centro Hospitalar e Universitário do Porto em funções até 2021

23 de Novembro 2020

O conselho de administração do Centro Hospitalar e Universitário do Porto (CHUP), que terminou mandato em 2019, vai manter-se em funções até final de 2021, determina um despacho da ministra da Saúde, hoje publicado em Diário da República (DR).

No despacho, o gabinete de Marta Temido invoca o decreto-lei 10-A/2020, de 13 de março, na redação conferida pelo decreto-lei 94-A/2020, de 03 de novembro, para sustentar a permanência dos membros do conselho de administração do CHUP, cujo mandato cessou em 31 de dezembro de 2019, sem que tenha sido designado novo titular.

Atualmente, o conselho de administração do CHUP é presidido por Paulo Barbosa, que assumiu funções a 30 de novembro de 2016 para substituir o anterior responsável, Fernando Sollari Alegro.

Antes da nomeação, Paulo Barbosa foi diretor clínico do CHUP, cargo que ocupou desde junho de 2009.

“Não tendo sido designados novos titulares, e considerando-se essencial conferir estabilidade à gestão e funcionamento da referida unidade de saúde e funcionamento da referida unidade de saúde, beneficiando de toda a experiência já adquirida por aqueles membros no combate à pandemia de covid-19 (…) importa determinar a manutenção das suas funções, nos termos legais, até 31 de dezembro de 2021”, lê-se no despacho assinado por Marta Temido e publicado hoje em DR.

No despacho, a ministra da Saúde fundamenta a decisão apontando que este é “um momento em que se volta a exigir do Serviço Nacional de Saúde um esforço sem precedentes, em matéria de capacidade de resposta e gestão adequada e eficaz das suas instituições”.

O CHUP junta o Hospital de Santo António, o Centro Materno-Infantil do Norte (CMIN), o Centro Integrado de Cirurgia de Ambulatório (CICA) e o Centro de Genética Médica Doutor Jacinto Magalhães (CGMJM).

LUSA/HN

0 Comments

Submit a Comment

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

ÚLTIMAS

Esclerose Múltipla

Cristiana Lopes Martins, fisiatra nos hospitais de Portimão e Lagos (Unidade Local de Saúde do Algarve) e na Unidade Local de Saúde do Litoral Alentejano; Eduarda Afonso, fisiatra no hospital de Faro (Unidade Local de Saúde do Algarve)

Enfermeiros querem reunir com António Gandra d’Almeida

O Sindicato Nacional dos Enfermeiros (SNE) saudou esta quarta-feira a eleição de António Gandra d’Almeida como novo diretor executivo do Serviço Nacional de Saúde. Em declarações ao nosso jornal, o responsável afirmou que vai solicitar uma reunião com António Gandra d’Almeida e a nova equipa.

MAIS LIDAS

Share This
Verified by MonsterInsights