México ultrapassa 20 mil casos pelo segundo dia consecutivo

17 de Janeiro 2021

O México ultrapassou pelo segundo dia consecutivo os 20 mil casos de covid-19, com 20.523 infeções nas últimas 24 horas, totalizando mais de 1,6 milhões (1.630.258) desde o início da pandemia, anunciaram as autoridades.

Na véspera, o país tinha alcançado um novo máximo diário, com 21.366 casos confirmados.

Nas últimas 24 horas, registaram-se também 1.219 mortes provocadas pelo novo coronavírus, elevando o total de óbitos para 140.241.

O México continua a ser o quarto país do mundo com mais mortes por covid-19, depois de Estados Unidos, Brasil e Índia, e o 13.º em número de infeções, de acordo com a contagem da Universidade norte-americana Johns Hopkins.

O país, que nas últimas semanas sofreu um aumento de casos e de vítimas mortais de covid-19, iniciou a campanha de vacinação em 24 de dezembro, tendo já vacinado 463.246 trabalhadores do setor da saúde, informaram as autoridades sanitárias na sexta-feira (madrugada de sábado em Portugal).

O México foi um dos primeiros países do mundo a iniciar a vacinação, apostando em imunizar a população, de 130 milhões de habitantes, até março de 2022.

A pandemia de covid-19 provocou, pelo menos, 2.009.991 mortos resultantes de mais de 93,8 milhões de casos de infeção em todo o mundo, segundo um balanço feito pela agência francesa AFP.

Em Portugal, morreram 8.709 pessoas dos 532.416 casos de infeção confirmados, de acordo com o boletim mais recente da Direção-Geral da Saúde.

A doença é transmitida por um novo coronavírus detetado no final de dezembro de 2019, em Wuhan, uma cidade do centro da China.

LUSA/HN

0 Comments

Submit a Comment

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

ÚLTIMAS

Estudo propõe critérios para atualização periódica do pagamento da hemodiálise

O estudo “Preço compreensivo da hemodiálise em Portugal”, do especialista em economia da saúde Eduardo Costa, conclui que a introdução de um modelo dinâmico de preço compreensivo e a eventual revisão do modelo de gestão integrada da doença renal crónica serão instrumentos cruciais para garantir a continuidade da excelência dos cuidados de hemodiálise.

MAIS LIDAS

Share This
Verified by MonsterInsights