Fenprof quer escolas encerradas durante o confinamento

19 de Janeiro 2021

 A Federação Nacional de Professores (Fenprof) defendeu esta terça-feira o encerramento das escolas durante o confinamento, para travar a pandemia da Covid-19.

“A Fenprof considera que, enquanto durar um confinamento que se pretende geral, as escolas não podem continuar a ser exceção e também deverão encerrar, contribuindo, dessa forma, para travar e inverter o rumo da pandemia”, disse o secretário-geral da federação sindical, Mário Nogueira.

Numa declaração aos jornalistas, em Coimbra, Mário Nogueira disse que esta posição da direção nacional da Fenprof, ouvidos os sindicatos federados, tem em conta a “gravíssima situação epidemiológica que se está a viver” em Portugal, bem como a “opinião consensual dos especialistas”.

O dirigente sindical lamentou também a “inépcia do Governo para criar as condições indispensáveis ao ensino presencial em segurança”.

LUSA/HN

0 Comments

Submit a Comment

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

ÚLTIMAS

Quase um quarto dos médicos do SNS aderiram à dedicação plena

Quase 2.900 médicos aderiram voluntariamente à dedicação plena desde que entrou em vigor há dois meses, representando cerca de 24% do universo de 12 mil especialistas que trabalham nos hospitais do SNS, segundo dados oficiais avançados hoje à Lusa.

Ana Paula Mendes sobre Centro de Informação do Medicamento: “Vamos este ano assinalar os 40 anos de existência”

Em ano de 40.º aniversário, o Centro de Informação do Medicamento da Ordem dos Farmacêuticos quer “perceber com os farmacêuticos como é que o CIM-OF os tem auxiliado e como é que pode contribuir futuramente para a sua atividade diária”, mas pensa assinalar esta data “envolvendo todo o público-alvo: farmacêuticos e cidadãos”, adiantou ao HealthNews a diretora, Ana Paula Mendes.

MAIS LIDAS

Share This
Verified by MonsterInsights