DGS anuncia que mais de 340 mil pessoas têm vacinação completa, 46 mil na última semana

17 de Março 2021

Mais de 340 mil portugueses têm a vacinação completa contra a Covid-19, no âmbito do plano que já administrou mais 1,1 milhões de doses desde o final de dezembro, anunciou esta terça-feira a Direção-Geral da Saúde (DGS).

Segundo o quinto relatório do processo de vacinação em Portugal continental divulgado pela DGS, 46.033 pessoas completaram com a toma da segunda dose a vacinação na última semana, enquanto outras 85.498 receberam a primeira dose.

Um total de 341.034 pessoas têm assim a vacinação completa – 3% da população – e 827.902 já foram vacinadas com a primeira dose, fazendo com que tivessem sido administradas 1.168.936 vacinas em Portugal continental desde 27 de dezembro, quando se iniciou a campanha nacional de vacinação contra o vírus SARS-CoV-2.

Segundo o relatório, Portugal recebeu 1.468.929 de vacinas, tendo sido distribuídas pelos postos de vacinação do país 1.264.093 doses.

Por grupos etários, 53% dos idosos com 80 ou mais anos (349.269 pessoas) já receberam a primeira dose e 16% (104.011) já têm a vacinação completa.

O segundo grupo com maior percentagem de vacinação é o das pessoas entre os 50 e os 64 anos, no qual 10% (200.596) já tomou a primeira dose e 4% (73.759) já têm a vacinação completa.

Dos portugueses elegíveis para vacinação no grupo entre os 25 e os 49 anos, 6% (185.603) já recebeu a primeira dose e 4% (121.141) já tomou as duas doses da vacina.

Por regiões, Lisboa e Vale do Tejo lidera no número de vacinas administradas, com um total de 384.711, 48.145 das quais na última semana, seguindo-se o Norte, onde 381.184 pessoas já foram vacinadas, 38.539 nos últimos sete dias.

Seguem-se a região Centro com 270.470 vacinas administradas, o Alentejo, onde já foram vacinadas 85.755 pessoas, e o Algarve, com um total de 45.040 inoculações.

Na segunda-feira, o coordenador da `task force’ do plano de vacinação reconheceu que este processo vai sofrer um atraso de duas semanas devido à suspensão temporária, por precaução, da administração da vacina da AstraZeneca.

Além da AstraZeneca, Portugal está a administrar atualmente outras duas vacinas das farmacêuticas Moderna e Pfizer, devendo receber, no próximo mês, as primeiras doses da vacina de toma única da Janssen, do grupo Johnson & Johnson.

Já hoje, a ministra da Saúde disse que Portugal conta receber no segundo trimestre cerca de quatro milhões de vacinas contra a covid-19 da Pfizer/BioNTech, com quem Bruxelas acordou a antecipação do fornecimento de 10 milhões de doses.

A pandemia de Covid-19 provocou, pelo menos, 2.661.919 mortos no mundo, resultantes de mais de 122,7 milhões de casos de infeção, segundo um balanço feito pela agência francesa AFP.

Em Portugal, morreram 16.707 pessoas dos 814.897 casos de infeção confirmados, de acordo com o boletim mais recente da Direção-Geral da Saúde.

LUSA/HN

0 Comments

Submit a Comment

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

ÚLTIMAS

APDI dedica mês de maio à consciencialização para a Doença Inflamatória do Intestino (DII)

A APDI – Associação Portuguesa da Doença Inflamatória do Intestino, colite ulcerosa, doença de Crohn está a dedicar, mais uma vez, o mês de maio à consciencialização para a Doença Inflamatória do Intestino (DII) seguindo as indicações da EFFCA – Federação Europeia das  Associações de Doença de Crohn e Colite Ulcerosa que neste ano de 2024 escolheu como mote “A  DII não tem fronteiras”.

Nuno Jacinto: “A Medicina Geral e Familiar tem um papel central em todos os sistemas de saúde”

O presidente da Associação Portuguesa de Medicina Geral e Familiar (APMGF) reforçou a importância da especialidade na promoção da saúde e prevenção da doença. No âmbito do Dia Mundial do Médico de Família, Nuno Jacinto falou ao HealthNews sobre os constragimentos que estes profissionais de saúde enfrentam e dos desafios que os cuidados de saúde primários enfrentam em Portugal.

MAIS LIDAS

Share This
Verified by MonsterInsights