Cabo Verde com 28 infetados em 24 horas

1 de Agosto 2021

Cabo Verde registou mais 29 infetados com o novo coronavírus nas últimas 24 horas, elevando para 33.791 o acumulado de casos desde março de 2020, segundo dados divulgados hoje pelo Ministério da Saúde.

Em comunicado, aquele ministério referiu que os laboratórios de virologia do arquipélago processaram 1.120 amostras desde sexta-feira, com uma taxa de positividade global de 2,5%.

No concelho da Praia, capital e principal foco da pandemia de covid-19 no país, foram registados mais 11 infetados com o novo coronavírus nas últimas 24 horas (em 321 amostras, taxa de positividade de 3,4%), contando agora com 248 casos ativos.

Ainda na ilha de Santiago, registaram-se novos casos de covid-19 nos concelhos de Santa Catarina (dois) e São Miguel (um).

Segundo os dados do Ministério da Saúde, foram ainda confirmados casos de covid-19 nas ilhas de Santo Antão (nove), São Vicente (dois), Fogo (dois) e Maio (um).

Nas últimas 24 horas foram dadas como recuperadas da doença em Cabo Verde 35 pessoas e manteve-se em 298 o acumulado de óbitos por complicações associadas à covid-19, além de 12 por causas externas, desde o início da pandemia.

Cabo Verde passa assim a contar com um acumulado de 33.791 casos do novo coronavírus desde 19 de março de 2020 (quando foi diagnosticado o primeiro infetado no arquipélago), distribuídos por todos os 22 municípios das nove ilhas habitadas, segundo os dados do Ministério da Saúde.

O arquipélago regista hoje 461 casos ativos de covid-19 e soma 33.011 casos considerados recuperados da doença, enquanto dois infetados estrangeiros foram transferidos para os países de origem.

Desde 31 de março que Cabo Verde estava a registar valores máximos de novos infetados consecutivos, quase todos os dias acima de 200, tendo registado 417 casos, em 05 de maio, quando o máximo anterior a este período foi de 159, em 11 de outubro de 2020. Esta tendência inverteu-se em meados de maio, com o número de novos casos diários em queda, até aos 10 registados em 05 de julho, o valor diário mais baixo desde 28 de dezembro (nove casos).

A pandemia de covid-19 provocou pelo menos 4.202.179 mortos em todo o mundo, entre mais de 196,5 milhões de casos de infeção pelo novo coronavírus, segundo o balanço mais recente da agência France-Presse, divulgado na sexta-feira.

A doença é transmitida por um novo coronavírus detetado no final de 2019, em Wuhan, uma cidade do centro da China.

LUSA/HN

0 Comments

Submit a Comment

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

ÚLTIMAS

Guilherme Veríssimo: “A saúde começa pela boca”

A evidência científica comprova que a má saúde oral está diretamente relacionada com 23 doenças sistémicas, entre elas a diabetes e as doenças cardiovasculares, e cinco tipos de cancro. Esta realidade pode surpreender a maior parte da população, mas não os dentistas. Em entrevista ao nosso jornal, o Médico Dentista, Guilherme Veríssimo, frisa que a “saúde oral não se resume a uma questão estética”, deixando alguns alertas para a importância da correta higienização dos dentes. O médico dentista aproveitou ainda para desmistificar alguns dos principais mitos associados à doença peridontal.

INEM esclarece que chamadas via 112 são descentralizadas

O INEM esclareceu que as chamadas que dão entrada via 112 para o Centro de Orientação de Doentes Urgentes (CODU) são descentralizadas, avançando que hoje de manhã estavam ao serviço 48 técnicos, 24 dos quais em atendimento.

MAIS LIDAS

Share This
Verified by MonsterInsights