China deteta 57 novos casos nas últimas 24 horas

24 de Janeiro 2022

A Comissão Nacional de Saúde da China anunciou hoje a deteção de 57 novos casos de covid-19 nas últimas 24 horas, 18 dos quais por contágio local.

Os casos locais foram diagnosticados nos municípios de Pequim (6) e Tianjin (1), e nas províncias de Hebei (3), Yunnan (3), Shandong (2), Shanxi (1), Henan (1) e Guangdong (1).

Entre os 39 casos “importados”, mais de metade foram diagnosticados no município de Xangai, uma das principais portas de entrada na China. O país mantém as fronteiras encerradas desde março de 2020.

As autoridades de saúde também informaram hoje sobre a deteção de 27 casos assintomáticos, entre os quais cinco locais e os restantes “importados”, embora Pequim não os contabilize como casos confirmados, a menos que manifestem sintomas.

O número total de pacientes ativos na China continental é de 2.754, entre os quais 11 em estado grave.

Desde o início da pandemia, 105.660 pessoas foram infetadas no país e 4.636 morreram.

A China mantém uma política de “zero casos”, que envolve a imposição de restrições nas entradas no país, com quarentenas de até três semanas, e testes em massa e medidas de confinamento seletivas quando um surto é detetado.

A covid-19 provocou pelo menos 5,58 milhões de mortes em todo o mundo desde o início da pandemia, segundo o mais recente balanço da agência France-Presse.

Em Portugal, desde março de 2020, morreram 19.569 pessoas e foram contabilizados 2.221.825 casos de infeção, segundo a última atualização da Direção-Geral da Saúde.

A doença respiratória é provocada pelo coronavírus SARS-CoV-2, detetado no final de 2019 em Wuhan, cidade do centro da China.

Uma nova variante, a Ómicron, classificada como preocupante e muito contagiosa pela Organização Mundial da Saúde (OMS), foi detetada na África Austral e, desde que as autoridades sanitárias sul-africanas deram o alerta em novembro, tornou-se dominante em vários países, incluindo em Portugal.

LUSA/HN

0 Comments

Submit a Comment

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

ÚLTIMAS

Projeto liderado pela ESEnfC vence Prémio Erasmus+

O projeto europeu de capacitação para a prática de cuidados de enfermagem multiculturais, “MulticulturalCare”, liderado pela Escola Superior de Enfermagem de Coimbra (ESEnfC) e com coordenação da professora Ana Paula Monteiro, foi vencedor do Prémio Erasmus+ na categoria de Parcerias de Cooperação no Ensino Superior do ano 2023, foi anunciado na última terça-feira.

MAIS LIDAS

Share This
Verified by MonsterInsights