EUA ultrapassam os dois milhões de casos

11 de Junho 2020

Os Estados Unidos ultrapassaram os dois milhões de infetados com a covid-19, segundo a contagem realizada pela Universidade Johns Hopkins, continuando a ser de longe o país com mais casos no mundo.

De acordo com os números contabilizados diariamente pela Universidade Johns Hopkins, sediada em Baltimore (leste), até às 24:30 de quarta-feira (05:30 de hoje em Lisboa) os Estados Unidos registaram 2.000.464 casos de contágio.

O país continua a contabilizar cerca de 20.000 novos casos diariamente.

Desde que a pandemia começou, os Estados Unidos registaram ainda perto de 113.000 mortos.

Cerca de 520 mil pessoas foram dadas como curadas.

Com meio milhão de testes realizados por dia, os Estados Unidos são neste momento o país com maior triagem per capita.

O Instituto de Métricas e Avaliações de Saúde (IHME) da Universidade de Washington calcula que, no início de agosto, os Estados Unidos venham a registar mais de 145.000 mortes.

A pandemia de covid-19 já provocou mais de 413 mil mortos e infetou quase 7,3 milhões de pessoas em 196 países e territórios, segundo o balanço feito pela agência francesa AFP.

Em Portugal, morreram 1.497 pessoas das 35.600 confirmadas como infetadas, de acordo com o boletim mais recente da Direção-Geral da Saúde.

A doença é transmitida por um novo coronavírus detetado no final de dezembro, em Wuhan, uma cidade do centro da China.

Depois de a Europa ter sucedido à China como centro da pandemia em fevereiro, o continente americano passou a ser o que tem mais casos confirmados, embora com menos mortes.

LUSA/HN

0 Comments

Submit a Comment

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

ÚLTIMAS

Sindicatos de enfermeiros unem-se em compromisso pela enfermagem

Cinco sindicatos de enfermeiros uniram-se esta terça-feira em compromisso pela enfermagem e redigiram um memorando de entendimento com as reivindicações conjuntas, que pretende ser “um sinal de força” para a profissão, mas também para a negociação com o futuro Governo.

Ana Paula Mendes sobre Centro de Informação do Medicamento: “Vamos este ano assinalar os 40 anos de existência”

Em ano de 40.º aniversário, o Centro de Informação do Medicamento da Ordem dos Farmacêuticos quer “perceber com os farmacêuticos como é que o CIM-OF os tem auxiliado e como é que pode contribuir futuramente para a sua atividade diária”, mas pensa assinalar esta data “envolvendo todo o público-alvo: farmacêuticos e cidadãos”, adiantou ao HealthNews a diretora, Ana Paula Mendes.

MAIS LIDAS

Share This
Verified by MonsterInsights