Brasil contabiliza 1.269 mortos e 32.188 infetados nas últimas 24 horas

18 de Junho 2020

O Brasil registou 1.269 mortos e 32.188 infetados pelo novo coronavírus nas últimas 24 horas, estando ainda a ser investigada uma eventual relação de 4.033 óbitos com a doença. O anuncio foi feito esta quinta-feira pelo executivo.

O país sul-americano totaliza agora 46.510 óbitos e 955.377 casos confirmados desde o início da pandemia, registada oficialmente no Brasil no final de fevereiro.

Segundo o Ministério da Saúde brasileiro, 548 das 1.269 vítimas mortais ocorreram nos últimos três dias, mas foram incluídas nos dados de hoje.

Ainda de acordo com a tutela, a letalidade da Covid-19 no país mantém-se nos 4,9%, com uma incidência de 22,1 mortes e 454,6 casos da doença por cada 100 mil habitantes, numa nação com uma população estimada de 210 milhões de pessoas.

O Brasil é o segundo país do mundo com mais mortes e também com mais casos confirmados, tendo registado, até ao momento, a recuperação de 463.474 pacientes infetados, sendo que 445.393 doentes continuam sob acompanhamento.

São Paulo, foco da pandemia no país, contabiliza oficialmente 191.517 pessoas diagnosticadas e 11.521 mortes, sendo seguido pelo Rio de Janeiro, que tem esta quinta-feira 86.963 infetados e 8.138 vítimas mortais.

Já um consórcio formado pela imprensa brasileira, que decidiu colaborar na recolha de informações junto das secretarias de Saúde estaduais, informou que o país registou 1.209 mortes e 31.475 novos infetados pelo novo coronavírus nas últimas 24 horas.

No total, o consórcio formado pelos principais ‘media’ do Brasil indicou que o país registou 960.309 casos e 46.665 vítimas mortais desde o início da pandemia, números diferentes aos reportados pelo executivo.

A Organização Mundial de Saúde (OMS) indicou esta quinta-feira que vê indícios de estabilização da pandemia no Brasil, mas frisou que ainda é precoce concluir se a doença já atingiu o seu pico no país.

“O crescimento não é tão exponencial como era anteriormente. Há alguns indícios de que a situação se estabilizou, mas vimos em outros países que, após alguma estabilização, os casos podem aumentar novamente”, alertou o diretor do programa de Emergências Sanitárias da OMS, Michael Ryan.

Segundo o especialista, “é um momento para se ser extremamente cauteloso e continuar com o foco em medidas de distanciamento físico, higiene e redução de eventos de massas”.

A pandemia de covid-19 já provocou mais de 445 mil mortos e infetou mais de 8,2 milhões de pessoas em 196 países e territórios, segundo um balanço feito pela agência francesa AFP.

A doença é transmitida por um novo coronavírus detetado no final de dezembro, em Wuhan, uma cidade do centro da China.

LUSA/HN

0 Comments

Submit a Comment

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

ÚLTIMAS

Sociedade Portuguesa de Dermatologia e Venereologia promove reunião de Verão em Évora

Nos próximos dias 28 e 29 de junho, a Sociedade Portuguesa de Dermatologia e Venereologia (SPDV) realizará a sua Reunião de Verão no Hotel Vila Galé, em Évora. O evento é uma oportunidade para dermatologistas e profissionais da área compartilharem conhecimentos, debaterem os últimos avanços na especialidade e fortalecerem laços profissionais

SIM e Secretaria da Saúde dos Açores avançam em negociações para melhorar condições de trabalho dos médicos

Os Sindicatos Médicos e a Secretaria Regional da Saúde dos Açores (SRSA) estiveram reunidos no passado dia 4 para discutir questões relacionadas com condições de trabalho dos médicos na região. Embora a reunião não tenha resultado na implementação imediata de medidas específicas para a melhoria dessas condições, diversos aspetos do processo negocial foram revistos e acordados, prometendo tornar as futuras negociações mais céleres e eficazes.

Preveris é a nova marca de prevenção em saúde

A Preveris, uma empresa do Grupo CUF, resulta da união de duas marcas de sucesso: SAGIES e Atlanticare. Com uma experiência acumulada de mais de 50 anos e o legado de experiência, rigor e confiança do Grupo CUF, esta união representa a soma desse conhecimento, numa nova marca que se coloca ao serviço da prevenção, da saúde e do bem-estar das empresas portuguesas. Operadora líder de mercado no setor da saúde ocupacional em Portugal, a Preveris é responsável por servir 25 por cento das 100 maiores empresas que atuam no nosso país.  

ENSP NOVA e NTT DATA estabelecem parceria para potenciar a inovação em saúde

A Escola Nacional de Saúde Pública da Universidade NOVA de Lisboa (ENSP NOVA) e a consultora global de negócio e tecnologia NTT DATA fornalizaram esta quarta-feira um protocolo de colaboração que vai permitir impulsionar a formação avançada, o desenvolvimento de investigação e projetos de inovação na área da saúde. O objetivo é promover avanços significativos no setor.

MAIS LIDAS

Share This
Verified by MonsterInsights