Cabo Verde com mais um óbito e 55 novos casos eleva total para 8.603 infeções

29 de Outubro 2020

Cabo Verde registou mais uma morte por causa do novo coronavírus, elevando para 95 óbitos associados à doença no país, que contabilizou mais 55 novos casos positivos, de um total acumulado de 8.603 infeções, foi hoje anunciado.

O Ministério da Saúde e da Segurança Social informou que os laboratórios de virologia do país analisaram 527 amostras de quarta para quinta-feira, dos quais 55 deram resultado positivo.

A maioria dos novos casos foi registada na cidade da Praia (22), na ilha de Santiago, que também contabilizou mais uma morte associada à doença, elevando para 95 o número de óbitos no país associados à doença.

Ainda na ilha de Santiago, foram diagnosticados casos nos concelhos de Santa Catarina (05), Ribeira Grande (02), Tarrafal, São Miguel e Santa Cruz, com um cada.

As autoridades de saúde contabilizaram mais casos em São Filipe, na ilha do Fogo (15), Brava (02) e São Vicente (06).

Nas últimas 24 horas, foi dada alta médica a mais 95 pessoas, passando agora a ter um total de 7.796 casos considerados recuperados desde o início da pandemia.

O país passa a ter um total acumulado de 8.603 infeções desde 19 de março, mantém dois doentes transferidos e tem neste momento 710 casos ativos.

A pandemia de covid-19 já provocou mais de 1,1 milhões de mortos e mais de 44,5 milhões de casos de infeção em todo o mundo, segundo um balanço feito pela agência francesa AFP.

A doença é transmitida por um novo coronavírus detetado no final de dezembro de 2019, em Wuhan, uma cidade do centro da China.

LUSA/HN

0 Comments

Submit a Comment

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

ÚLTIMAS

Luís Montenegro: “Concordo com a necessidade de valorizar a carreira dos bombeiros e estamos a trabalhar nisso”

Hoje, no debate sobre o estado da nação, o primeiro-ministro respondeu a Inês Sousa Real que concorda que é necessário valorizar a carreira dos bombeiros, mas o Governo está “a trabalhar nisso”, e garantiu que não está desatento à violência doméstica, tendo já avançado com um despacho para a criação de um grupo de trabalho “transversal” no âmbito do apoio à vítima.

MAIS LIDAS

Share This
Verified by MonsterInsights