Centro Hospitalar Cova da Beira aumenta área de internamento para doentes Covid

24 de Novembro 2020

O Centro Hospitalar Universitário Cova da Beira (CHUCB) tem 63 doentes internados com o novo coronavírus e aumentou a área de internamento dedicada a estes utentes, anunciou aquela unidade de saúde com sede na Covilhã, distrito de Castelo Branco.

Em comunicado enviado à agência Lusa, o CHUCB explica que procedeu à abertura de uma terceira enfermaria dedicada à covid-19, o que eleva para 83 o número de camas disponíveis em internamento Covid-19.

“A capacidade em UCI (Cuidados Intensivos) aumentou para oito camas Covid e quatro camas não Covid”, acrescenta.

De acordo com a informação, o CHUCB tem 63 doentes internados devido a infeção por SARS-CoV-2, sendo que 58 se encontram em enfermaria e cinco em Cuidados Intensivos.

“Referir que o ajustamento contínuo dos serviços, no que respeita à alocação de camas, reforço e mobilização de recursos humanos, é parte integrante da resposta consagrada no Plano de Contingência do CHUCB para combate à Covid-19 e, por conseguinte, à crescente procura de cuidados de saúde diferenciados, nesta área”, acrescenta.

O CHUCB tem sede na Covilhã e integra o Hospital Pêro da Covilhã e o Hospital do Fundão, abrangendo ainda a área do concelho de Belmonte.

A pandemia de Covid-19 provocou pelo menos 1.388.590 mortos resultantes de mais de 58,6 milhões de casos de infeção em todo o mundo, segundo um balanço feito pela agência francesa AFP.

Em Portugal, morreram 3.971 pessoas dos 264.802 casos de infeção confirmados, de acordo com o boletim mais recente da Direção-Geral da Saúde.

A doença é transmitida por um novo coronavírus detetado no final de dezembro de 2019, em Wuhan, uma cidade do centro da China.

LUSA/HN

0 Comments

Submit a Comment

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

ÚLTIMAS

Esclerose Múltipla

Cristiana Lopes Martins, fisiatra nos hospitais de Portimão e Lagos (Unidade Local de Saúde do Algarve) e na Unidade Local de Saúde do Litoral Alentejano; Eduarda Afonso, fisiatra no hospital de Faro (Unidade Local de Saúde do Algarve)

Enfermeiros querem reunir com António Gandra d’Almeida

O Sindicato Nacional dos Enfermeiros (SNE) saudou esta quarta-feira a eleição de António Gandra d’Almeida como novo diretor executivo do Serviço Nacional de Saúde. Em declarações ao nosso jornal, o responsável afirmou que vai solicitar uma reunião com António Gandra d’Almeida e a nova equipa.

MAIS LIDAS

Share This
Verified by MonsterInsights