Hospital de Gaia/Espinho abre enfermaria com 33 camas

23 de Janeiro 2021

O Centro Hospitalar de Vila Nova de Gaia/Espinho (CHVNG/E) abriu hoje uma enfermaria com 33 camas para doentes covid-19, sendo este o terceiro espaço aberto em uma semana num total de 75 novas camas, indicou fonte hospitalar.

O espaço aberto hoje, e que já acolhe dois doentes, localiza-se na enfermaria de pneumologia.

Esta é a terceira enfermaria aberta no espaço de uma semana, uma vez que no passado sábado, dia em que o CHVNG/E ultrapassou os 1.000 doentes tratados com diagnóstico covid-19, este centro hospitalar abriu um espaço com 24 camas e na terça-feira abriu um segundo com 18.

Atualmente, o CHVNG/E tem internados 153 doentes com infeção pelo novo coronavírus, dos quais 24 em cuidados intensivos.

A mesma fonte apontou à Lusa que este centro hospitalar recebeu desde o início do ano oito doentes com covid-19 do Hospital Amadora/Sintra, bem como um de Cascais que foi internado na unidade de cuidados intensivos.

A abertura de novos espaços no CHVNG/E acontece num período em que Portugal tem vindo a registar diariamente novos máximos de mortes e de infeções pelo novo coronavírus.

Na quarta-feira, em entrevista à agência Lusa, o presidente do Conselho de Administração do CHVNG/E, Rui Guimarães, descreveu a gestão diária do hospital, comparando-a a um elástico.

“Mais um bocadinho e ele vai rebentar”, disse Rui Guimarães que também defendeu a lógica de “ajudar quem efetivamente precisa, esquecendo fronteiras”.

A pandemia de covid-19 provocou, pelo menos, 2.092.736 mortos resultantes de mais de 97,4 milhões de casos de infeção em todo o mundo, enquanto em Portugal morreram 9.920 pessoas dos 609.136 casos de infeção confirmados.

A doença é transmitida por um novo coronavírus detetado no final de dezembro de 2019, em Wuhan, uma cidade do centro da China.

LUSA/HN

0 Comments

Submit a Comment

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

ÚLTIMAS

IPG acolhe polo do Centro de Envelhecimento Ativo

O Instituto Politécnico da Guarda (IPG) vai acolher um polo do Centro de Competências de Envelhecimento Ativo, que irá desenvolver atividades para criar melhores condições de vida aos idosos da região.

Quinze ULS terão equipas dedicadas na área da Saúde Mental

Os primeiros Centros de Responsabilidade Integrados dedicados à Saúde Mental vão arrancar em 15 Unidades Locais de Saúde, numa primeira fase em projeto-piloto e durante 10 meses, segundo uma portaria publicada em Diário da República.

MAIS LIDAS

Share This
Verified by MonsterInsights