MNE de Portugal lamenta “decisão inútil” de interdição de portugueses na Alemanha

30 de Janeiro 2021

O Ministério dos Negócios Estrangeiros lamentou, na sexta-feira, a “decisão inútil” da Alemanha de interditar a entrada de cidadãos portugueses no país exceto em viagens consideradas essenciais.

“Lamentamos a decisão da Alemanha de interditar a entrada de portugueses em viagens não-essenciais. Além do mais, é uma decisão inútil, face ao auto-confinamento que Portugal já tinha decidido, com sentido de responsabilidade”, dá conta um ‘tweet’ publicado na página do ministério tutelado por Augusto Santos Silva.

Portugal é um dos cinco países mais afetados pela pandemia e cujos cidadãos vão ficar, a partir de hoje, proibidos de entrar na Alemanha, indicou na sexta-feira o Governo germânico.

A decisão, que para já vai vigorar até 17 de fevereiro, obriga ao encerramento das fronteiras terrestres, marítimas e aéreas a viajantes oriundos de Portugal, Reino Unido, Brasil, Irlanda e África do Sul, cinco países fortemente assolados pelo SARS-CoV-2.

A medida, indicou Berlim, visa “proteger a população” e “limitar a propagação” das estirpes identificadas no Reino Unido, Brasil e África do Sul, explicita um comunicado do Ministério da Saúde alemão.

A exceção são os cidadãos destes países que residem na Alemanha, assim como a circulação de mercadorias.

Na quinta-feira, o Governo de Portugal proibiu a saída de portugueses do país e interditou as deslocações por qualquer via para fora do território continental.

O Ministério do Interior alemão referiu, também na quinta-feira, que é intenção do executivo germânico reduzir ao máximo o tráfego aéreo internacional para mitigar a propagação da pandemia.

Há vários meses que a entrada na Alemanha é mais difícil para cerca de 160 países, por causa da imposição de um teste com resultado negativo à presença do SARS-CoV-2 feito menos de 48 horas antes da partida ou logo após a chegada ao território alemão, seguido de uma “quarentena dissuasiva de dez dias”.

Contudo, este tempo de confinamento pode ser encurtado para cinco dias com a realização de um segundo teste.

A Alemanha contabilizou 2.192.850 contágios e 55.752 óbitos desde o início da pandemia. Portugal registou 698.583 infeções e 11.886 mortes.

LUSA/HN

0 Comments

Submit a Comment

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

ÚLTIMAS

IPG acolhe polo do Centro de Envelhecimento Ativo

O Instituto Politécnico da Guarda (IPG) vai acolher um polo do Centro de Competências de Envelhecimento Ativo, que irá desenvolver atividades para criar melhores condições de vida aos idosos da região.

MAIS LIDAS

Share This
Verified by MonsterInsights