ASAE apreende 650 quilos de alimentos de origem animal

A Autoridade de Segurança Alimentar e Económica (ASAE) apreendeu, no Porto, 650 quilos de géneros alimentícios de origem animal por “falta de rastreabilidade e por manuseamento e alteração de condição qualitativa abusivas”, informou hoje.

Em comunicado enviado à Lusa, aquela força policial explica que a apreensão foi feita numa operação de fiscalização direcionada a um entreposto frigorífico para verificação do cumprimento das condições de armazenagem e manipulação de produtos cárneos, a cargo das Brigadas de Indústrias da Unidade Regional do Norte – Unidades Operacionais do Porto e Mirandela.

No âmbito da referida ação, procedeu-se à apreensão de 650 quilos de géneros alimentícios de origem animal, de diversas tipologias de carne, sendo que, após serem submetidos a perícia, “250 quilos dos géneros alimentícios foram classificados de anormais”, já que apresentavam “notória formação de cristais, gelo na sua superfície, desidratação e descoloração, alguns com cor amarelada, tendo ainda, ultrapassado a data de durabilidade mínima e a data de limite de consumo”.

A restante carne apreendida, cerca de 400 quilos, após avaliação pericial foi considerada como alimentação animal segura e doada para o Zoo da Maia (Jardim Zoológico).

A ASAE refere ainda que procedeu à instauração de um processo contraordenacional “por ausência de rastreabilidade e recondicionamentos e manipulações abusivas, no caso, a passagem do estado de refrigerado para o estado de congelado dos produtos”.

LUSA/HN

0 Comments

Submit a Comment

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Share This