Lisboa e Vale do Tejo com 79% das novas infeções

27 de Junho 2020

Lisboa e Vale do Tejo (LVT) registou hoje 79% dos novos casos de covid-19, com 255 das 323 novas infeções, com os concelhos de Lisboa, Sintra e Amadora a concentrarem o maior aumento na região relativamente a sexta-feira.

A região de LVT tinha na sexta-feira registado 75,2% dos novos casos, 77% na quinta-feira, 82,2% na quarta-feira, 87% na terça-feira, 63,3% na segunda-feira e 77% dos novos casos divulgados no domingo.

De acordo com o boletim da situação epidemiológica em Portugal divulgado hoje pela Direção-Geral da Saúde, na região de LVT foram reportadas 255 das novas infeções diárias (79% dos casos), havendo, no Centro, mais 24 casos (7%), no Algarve mais 21 (6,5%).

No Alentejo registaram-se 18 novos casos (5,6% do total) e no Norte quatro novas infeções (0,1% dos casos). Na Região Autónoma dos Açores foi reportado um novo caso, enquanto na Região Autónoma da Madeira não há registo de qualquer nova infeção.

Dos seis óbitos registados hoje, todos aconteceram na região de Lisboa e Vale do Tejo.

A região de LVT tem, segundo o boletim, o maior número de casos acumulados, num total de 18.361, a região Norte tem 17.445, o Centro 4.080, o Alentejo 467 e a Região Autónoma dos Açores 149 (os dados das entidades regionais referem 151).

O Algarve tem um total de casos acumulados de 595 e a Região Autónoma da Madeira permanece com 92.

O concelho de Lisboa continua a ter o maior número de casos diários na região e está agora com um total de 3.347, mais 12 do que na sexta-feira, enquanto Sintra está com 2.499 infeções, mais 22 do que na sexta-feira.

Também na Área Metropolitana de Lisboa, Loures tem 1.756 (mais 11), a Amadora está com 1.601 (mais 10), Odivelas com 1.060, Oeiras com 718 e o Seixal com 573 (todos com mais seis casos).

Cascais tem 870 casos (mais dois), Almada 568 (mais sete) e Vila Franca de Xira permanece com 731.

Dos cinco concelhos do Norte com mais casos acumulados, apenas o município de Vila Nova de Gaia reportou um novo caso desde sexta-feira, estando agora com um total acumulado de 1.634.

O Porto permanece com 1.414, Matosinhos com 1.292. Braga com 1.256 e Gondomar com 1.093.

A Direção-Geral da Saúde realça que os números apresentados se referem ao total de notificações médicas no sistema SINAVE (excluindo notificações laboratoriais), pelo que podem “não corresponder à totalidade dos casos por concelho”.

Os dados da DGS indicam 1.561 mortes relacionadas com a covid-19 e 41.189 casos confirmados desde o início da pandemia.

Em comparação com os dados de sexta-feira, hoje constatou-se um aumento de óbitos de 0,4%. Já os casos de infeção subiram 0,8%.

Desde o dia 01 de janeiro, Portugal registou 375.490 casos suspeitos, refere o boletim, adiantando que há 26.864 pessoas dadas como recuperadas, mais 231 do que na sexta-feira.

A pandemia de covid-19 já matou, pelo menos, 494.337 pessoas e infetou 9,8 milhões em todo o mundo, desde dezembro, em 196 países e territórios, segundo um balanço feito pela agência francesa AFP.

A doença é transmitida por um novo coronavírus detetado no final de dezembro, em Wuhan, uma cidade do centro da China.

LUSA/HN

0 Comments

Submit a Comment

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

ÚLTIMAS

Sociedade Portuguesa de Dermatologia e Venereologia promove reunião de Verão em Évora

Nos próximos dias 28 e 29 de junho, a Sociedade Portuguesa de Dermatologia e Venereologia (SPDV) realizará a sua Reunião de Verão no Hotel Vila Galé, em Évora. O evento é uma oportunidade para dermatologistas e profissionais da área compartilharem conhecimentos, debaterem os últimos avanços na especialidade e fortalecerem laços profissionais

SIM e Secretaria da Saúde dos Açores avançam em negociações para melhorar condições de trabalho dos médicos

Os Sindicatos Médicos e a Secretaria Regional da Saúde dos Açores (SRSA) estiveram reunidos no passado dia 4 para discutir questões relacionadas com condições de trabalho dos médicos na região. Embora a reunião não tenha resultado na implementação imediata de medidas específicas para a melhoria dessas condições, diversos aspetos do processo negocial foram revistos e acordados, prometendo tornar as futuras negociações mais céleres e eficazes.

Preveris é a nova marca de prevenção em saúde

A Preveris, uma empresa do Grupo CUF, resulta da união de duas marcas de sucesso: SAGIES e Atlanticare. Com uma experiência acumulada de mais de 50 anos e o legado de experiência, rigor e confiança do Grupo CUF, esta união representa a soma desse conhecimento, numa nova marca que se coloca ao serviço da prevenção, da saúde e do bem-estar das empresas portuguesas. Operadora líder de mercado no setor da saúde ocupacional em Portugal, a Preveris é responsável por servir 25 por cento das 100 maiores empresas que atuam no nosso país.  

ENSP NOVA e NTT DATA estabelecem parceria para potenciar a inovação em saúde

A Escola Nacional de Saúde Pública da Universidade NOVA de Lisboa (ENSP NOVA) e a consultora global de negócio e tecnologia NTT DATA fornalizaram esta quarta-feira um protocolo de colaboração que vai permitir impulsionar a formação avançada, o desenvolvimento de investigação e projetos de inovação na área da saúde. O objetivo é promover avanços significativos no setor.

MAIS LIDAS

Share This
Verified by MonsterInsights