Número de mortos do surto em Reguengos de Monsaraz sobe para quatro

29 de Junho 2020

O número de vítimas mortais do surto de covid-19 no lar de Reguengos de Monsaraz (Évora) subiu hoje para quatro com a morte de uma mulher de 91 anos, informou a câmara municipal.

A idosa, testada positiva à covid-19, morreu hoje de manhã no Hospital do Espírito Santo de Évora (HESE), onde se encontrava internada, de acordo com o mais recente boletim de atualização emitido pela Autoridade Municipal de Proteção Civil.

Trata-se da segunda vítima mortal registada entre utentes internados no HESE, depois de os dois primeiros óbitos terem ocorrido entre aqueles que permaneciam no lar da Fundação Maria Inácia Vogado Perdigão Silva (FMIVPS).

O boletim divulgado hoje atualiza ainda para 134 o total de casos ativos (mais seis do que no domingo) no surto detetado no dia 18 deste mês no lar da FMIVPS.

Dos 134 casos ativos, 93 dizem respeito ao foco detetado no lar, divididos entre 71 utentes e 22 funcionários, e subiu para 41 os casos ativos na comunidade, contra 35 no dia anterior.

Fonte do Hospital do Espírito Santo de Évora adiantou hoje à Lusa que o número de internados na unidade, provenientes do surto em Reguengos de Monsaraz, subiu para 13 (eram 11 no domingo), três dos quais na Unidade de Cuidados Intensivos (UCI).

Entre os internados encontram-se 12 utentes do lar, dois dos quais em UCI, onde permanece, também, o único profissional da fundação a necessitar de cuidados hospitalares.

Todos os restantes profissionais infetados recuperam nas suas residências, enquanto os utentes não internados dividem-se entre o lar, que foi transformado em instalações com características hospitalares, e alguns em residências próprias ou de familiares, referiu à Lusa fonte do município.

Os números dizem respeito a um universo de cerca de 1.220 testes com resultados conhecidos até ao final de domingo, dia em que foram conhecidos 70 resultados, estando previsto para hoje e terça-feira a realização de mais cerca de 400 testes.

Os testes na comunidade continuam a ser realizados na Área Dedicada à Covid-19 de Reguengos de Monsaraz, instalada nos Pavilhões Multiusos do Parque de Feiras e Exposições, de acordo com as decisões da Autoridade de Saúde Pública.

Portugal contabiliza pelo menos 1.564 mortos associados à covid-19 em 41.646 casos confirmados de infeção, segundo o último boletim da Direção-Geral da Saúde (DGS).

LUSA/HN

0 Comments

Submit a Comment

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

ÚLTIMAS

Sociedade Portuguesa de Dermatologia e Venereologia promove reunião de Verão em Évora

Nos próximos dias 28 e 29 de junho, a Sociedade Portuguesa de Dermatologia e Venereologia (SPDV) realizará a sua Reunião de Verão no Hotel Vila Galé, em Évora. O evento é uma oportunidade para dermatologistas e profissionais da área compartilharem conhecimentos, debaterem os últimos avanços na especialidade e fortalecerem laços profissionais

SIM e Secretaria da Saúde dos Açores avançam em negociações para melhorar condições de trabalho dos médicos

Os Sindicatos Médicos e a Secretaria Regional da Saúde dos Açores (SRSA) estiveram reunidos no passado dia 4 para discutir questões relacionadas com condições de trabalho dos médicos na região. Embora a reunião não tenha resultado na implementação imediata de medidas específicas para a melhoria dessas condições, diversos aspetos do processo negocial foram revistos e acordados, prometendo tornar as futuras negociações mais céleres e eficazes.

Preveris é a nova marca de prevenção em saúde

A Preveris, uma empresa do Grupo CUF, resulta da união de duas marcas de sucesso: SAGIES e Atlanticare. Com uma experiência acumulada de mais de 50 anos e o legado de experiência, rigor e confiança do Grupo CUF, esta união representa a soma desse conhecimento, numa nova marca que se coloca ao serviço da prevenção, da saúde e do bem-estar das empresas portuguesas. Operadora líder de mercado no setor da saúde ocupacional em Portugal, a Preveris é responsável por servir 25 por cento das 100 maiores empresas que atuam no nosso país.  

ENSP NOVA e NTT DATA estabelecem parceria para potenciar a inovação em saúde

A Escola Nacional de Saúde Pública da Universidade NOVA de Lisboa (ENSP NOVA) e a consultora global de negócio e tecnologia NTT DATA fornalizaram esta quarta-feira um protocolo de colaboração que vai permitir impulsionar a formação avançada, o desenvolvimento de investigação e projetos de inovação na área da saúde. O objetivo é promover avanços significativos no setor.

MAIS LIDAS

Share This
Verified by MonsterInsights