Danone anuncia eliminação de até 2.000 empregos em todo mundo

23 de Novembro 2020

A gigante francesa Danone anunciou hoje que vai eliminar até 2.000 empregos em todo o mundo, na sequência de um plano de cortes para se adaptar à nova situação criada pela pandemia de covid-19.

O CEO do grupo francês, Emmanuel Faber, destacou que a Danone, conhecida pelos produtos lácteos e que está presente em vários países entre os quais Portugal, pretende poupar 1.000 milhões de euros nos próximos três anos, pelo que vai remodelar a sua organização reduzindo as estruturas centralizadas e apostando mais nas locais.

“Dessa forma, a atual distribuição por categorias (leite, água, alimentação infantil, etc) dará lugar a outra por país, com o objetivo de se aproximar de um consumidor que procura a exclusividade local”, explicou Faber.

O objetivo é recuperar a confiança dos acionistas depois de a Danone ter perdido um quarto do seu valor de mercado este ano.

A redução de postos de trabalho, dos quais 400 a 500 serão em França, vai incidir essencialmente em tarefas administrativas e de gestão.

A Danone foi mais afetada pela crise do covid-19 do que outros concorrentes, em especial pela sua forte presença em produtos destinados à restauração, como a água mineral, principalmente em pequenos formatos.

Nos próximos dias, o grupo vai iniciar a consulta aos agentes sociais para definir o plano de redução de postos de trabalho.

A pandemia de covid-19 provocou pelo menos 1.381.915 mortos resultantes de mais de 58,1 milhões de casos de infeção em todo o mundo, segundo um balanço feito pela agência francesa AFP.

A doença é transmitida por um novo coronavírus detetado no final de dezembro de 2019, em Wuhan, uma cidade do centro da China.

LUSA/HN

0 Comments

Submit a Comment

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

ÚLTIMAS

Esclerose Múltipla

Cristiana Lopes Martins, fisiatra nos hospitais de Portimão e Lagos (Unidade Local de Saúde do Algarve) e na Unidade Local de Saúde do Litoral Alentejano; Eduarda Afonso, fisiatra no hospital de Faro (Unidade Local de Saúde do Algarve)

Enfermeiros querem reunir com António Gandra d’Almeida

O Sindicato Nacional dos Enfermeiros (SNE) saudou esta quarta-feira a eleição de António Gandra d’Almeida como novo diretor executivo do Serviço Nacional de Saúde. Em declarações ao nosso jornal, o responsável afirmou que vai solicitar uma reunião com António Gandra d’Almeida e a nova equipa.

MAIS LIDAS

Share This
Verified by MonsterInsights