Cabo Verde com mais 62 infetados e dois mortos em 24 horas

28 de Janeiro 2021

As autoridades sanitárias cabo-verdianas diagnosticaram mais 62 infetados pelo novo coronavírus e dois mortos, nas últimas 24 horas, elevando para 13.784 os casos acumulados desde 19 de março, segundo dados divulgados hoje pelo Ministério da Saúde.

Em comunicado, o ministério referiu que os laboratórios de virologia do arquipélago processaram 870 amostras desde quarta-feira, com o concelho da Praia, capital do país, a confirmar mais 30 infetados (em 359 amostras), contando agora com 291 casos ativos.

Ainda na ilha de Santiago foram confirmados casos do novo coronavírus nos concelhos de Tarrafal (06), Santa Cruz (03), Santa Catarina (03), São Lourenço dos Órgãos (03), São Miguel (02) e São Salvador do Mundo (01).

Na ilha de São Vicente foram confirmados 12 novos infetados (em 154 amostras), sendo atualmente um dos principais focos da doença no arquipélago, com 232 casos ativos, e mais duas mortes nas últimas 24 horas.

Face à situação em São Vicente, o Governo cabo-verdiano decretou a situação de calamidade para aquela ilha, a única do país nesse estado, até 15 de fevereiro.

Foram ainda registados dois casos de covid-19 na ilha do Fogo.

Nas últimas 24 horas foram dados como recuperados da doença 73 infetados, com o total acumulado de óbitos por complicações associadas à covid-19 a subir para 131 e três por causas externas.

Cabo Verde passa assim a contar com um acumulado de 13.784 casos da doença desde 19 de março de 2020 (quando foi diagnosticado o primeiro doente com a covid-19 no arquipélago), distribuídos por todos os 22 municípios das nove ilhas habitadas do arquipélago, segundo os dados do Ministério da Saúde.

O arquipélago regista hoje 667 casos ativos da doença e soma 12.981 recuperados, enquanto dois infetados, estrangeiros, foram transferidos para os países de origem.

A pandemia de covid-19 provocou, pelo menos, 2.176.000 mortos resultantes de mais de 100 milhões de casos de infeção em todo o mundo, segundo um balanço feito pela agência francesa AFP.

A covid-19 é uma doença respiratória causada por um coronavírus detetado no final de dezembro de 2019, em Wuhan, uma cidade do centro da China.

LUSA/HN

0 Comments

Submit a Comment

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

ÚLTIMAS

IPG acolhe polo do Centro de Envelhecimento Ativo

O Instituto Politécnico da Guarda (IPG) vai acolher um polo do Centro de Competências de Envelhecimento Ativo, que irá desenvolver atividades para criar melhores condições de vida aos idosos da região.

UC integra estudo mundial sobre aumento da obesidade

Mais de um bilião de pessoas vivem atualmente com obesidade no mundo, segundo um estudo internacional em que participaram investigadores da Universidade de Coimbra (UC), divulgou a instituição.

Quinze ULS terão equipas dedicadas na área da Saúde Mental

Os primeiros Centros de Responsabilidade Integrados dedicados à Saúde Mental vão arrancar em 15 Unidades Locais de Saúde, numa primeira fase em projeto-piloto e durante 10 meses, segundo uma portaria publicada em Diário da República.

MAIS LIDAS

Share This
Verified by MonsterInsights