Testes em S. João da Pesqueira detetam 119 assintomáticos

30 de Janeiro 2021

O presidente da Câmara Municipal de São João da Pesqueira disse hoje à agência Lusa que dos 4612 testes realizados no concelho, 119 deram positivos ao SARS-CoV-2, uma ação que vai continuar semanalmente nos elementos da proteção civil municipal.

“Fizemos 4612 testes e destes 119 resultaram positivos, sendo que eram assintomáticos e desconheciam que tinham o vírus” SARS-CoV-2, que provoca a covid-19, adiantou Manuel Cordeiro.

À agência Lusa, o presidente explicou que “gostaria de ter testado toda a população, num universo de 7.200 pessoas no concelho, mas obviamente só fez quem quis”, o que no seu entender já “ajudou a evitar que 119 pessoas, sem saberem, passem o vírus” a terceiros.

“Não sendo da nossa responsabilidade, resolvemos fazer testes à população para detetar possíveis casos de assintomáticos e, desta forma, tentar controlar o vírus, mesmo sabendo que não é possível, mas queremos reduzir drasticamente o número de contágios”, disse.

Segundo os dados da Direção-Geral da Saúde (DGS), o município de São João da Pesqueira, a norte do distrito de Viseu, registava até esta sexta-feira, 164 casos ativos, 10 nas últimas 24 horas”.

“Os números da DGS não refletem os resultados destes testes da autarquia, porque eles foram comunicados da nossa parte e agora à maneira que os vão introduzindo no sistema e vão contactando as pessoas é que eles vão surgindo nos dados oficiais”, explicou.

Dos testes rápidos adquiridos pela autarquia para a população, algumas centenas foram entregues aos bombeiros e à proteção civil municipal para que “todas as semanas serem testadas os elementos que mais se expõem”.

Manuel Cordeiro explicou que no decorrer da semana em que a equipa, de 19 elementos, esteve no concelho a fazer testes, o médico esteve a dar formação a três elementos dos bombeiros voluntários e a um da proteção civil da Câmara.

O objetivo, explicou, é “todas as semanas mais de 60 elementos, entre bombeiros e Câmara, da proteção civil, fazerem testes, uma vez que andam mais expostos ao vírus, quer pelo transporte de doentes, quer pelo restante trabalho que realizam”.

O presidente disse ainda que a Câmara tem “duas equipas diariamente no terreno, junto da população, a entregar medicamentos e alimentos” a pessoas infetadas, a quem está em isolamento, “ou a quem mais precisa”.

A pandemia de covid-19 provocou, pelo menos, 2.191.865 mortos resultantes de mais de 101 milhões de casos de infeção em todo o mundo, segundo um balanço feito pela agência francesa AFP.

Em Portugal, morreram 11.886 pessoas dos 698.583 casos de infeção confirmados, de acordo com o boletim mais recente da Direção-Geral da Saúde.

A doença é transmitida por um novo coronavírus detetado no final de dezembro de 2019, em Wuhan, uma cidade do centro da China.

NR/HN/LUSA

0 Comments

Submit a Comment

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

ÚLTIMAS

Associação Portuguesa de Jovens Farmacêuticos junta partidos para debater o setor antes das legislativas

A Associação Portuguesa de Jovens Farmacêuticos (APJF) vai organizar, no próximo dia 26 de fevereiro, um debate público para discutir as principais preocupações do setor farmacêutico para os próximos anos. O evento “Prioridades para o Ecossistema Farmacêutico e da Saúde”, a ter lugar no Centro Ciência Viva, em Lisboa, vai reunir representantes dos partidos políticos num debate que antecede as eleições legislativas. 

Workshop sobre Obesidade assinala Dia Mundial no Porto

No próximo dia 4 de março, Dia Mundial da Obesidade, a cidade do Porto acolhe um workshop gratuito sobre Obesidade, com o intuito de se falar abertamente sobre esta doença que afeta quase mil milhões de pessoas em todo o mundo.

A FEPODABES lança a campanha É HORA DE AJUDAR

O Presidente da FEPODABES, Alberto Mota, deixa o apelo: “todos os cidadãos com mais de 18 anos, que tenham mais de 50kg e que sejam saudáveis podem dar sangue. Esse gesto simples contribui para salvar muitas vidas”.

Cancer Summit da MSD regressa com o mote “Salvar e Melhorar Vidas”

No dia 24 de fevereiro, no Altice Arena, realiza-se a 3.ª edição do Cancer Summit, um evento na área da Oncologia da MSD Portugal. A iniciativa tem como mote “Salvar e Melhorar Vidas” e pretende promover a qualidade dos cuidados prestados aos doentes oncológicos a nível nacional.

MAIS LIDAS

Share This
Verified by MonsterInsights