Hospitais de Coimbra com internamento em enfermaria quase esgotado

1 de Fevereiro 2021

O Centro Hospitalar e Universitário de Coimbra (CHUC) regista hoje uma lotação de 99% na enfermaria para doentes covid-19 e 93% na unidade de cuidados intensivos, disse à agência Lusa fonte hospitalar.

Segundo fonte do CHUC, das 428 camas em enfermaria 422 estão ocupadas e das 60 em unidades de cuidados intensivos 56 estão a ser utilizadas.

Os hospitais da região Centro registaram no domingo mais 60 internamentos em enfermaria e menos três em unidades de cuidados intensivos, informou hoje a Administração Regional de Saúde do Centro (ARSC).

Até às 23:59 de domingo, as unidades de saúde da região contabilizavam 1.329 internados em enfermaria e 133 em unidades de cuidados intensivos, dos quais 100 ventilados.

As taxas de ocupação estão a 94% e 90%, em enfermarias e cuidados intensivos, respetivamente.

Segundo a ARSC, abriram 13 camas em enfermaria e foram reduzidas duas em unidades de cuidados continuados.

A pandemia de covid-19 provocou, pelo menos, 2.227.605 mortos resultantes de mais de 102,8 milhões de casos de infeção em todo o mundo, segundo um balanço feito pela agência francesa AFP.

Em Portugal, morreram 12.757 pessoas dos 726.321 casos de infeção confirmados, de acordo com o boletim mais recente da Direção-Geral da Saúde.

A doença é transmitida por um novo coronavírus detetado no final de dezembro de 2019, em Wuhan, uma cidade do centro da China.

LUSA/HN

0 Comments

Submit a Comment

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

ÚLTIMAS

ULS de Braga celebra protocolo com Fundação Infantil Ronald McDonald

A ULS de Braga e a Fundação Infantil Ronald McDonald assinaram ontem um protocolo de colaboração com o objetivo dar início à oferta de Kits de Acolhimento Hospitalar da Fundação Infantil Ronald McDonald aos pais e acompanhantes de crianças internadas nos serviços do Hospital de Braga.

DE-SNS mantém silêncio perante ultimato da ministra

Após o Jornal Expresso ter noticiado que Ana Paula Martins deu 60 dias à Direção Executiva do SNS (DE-SNS) para entregar um relatório sobre as mudanças em curso, o HealthNews esclareceu junto do Ministério da Saúde algumas dúvidas sobre o despacho emitido esta semana. A Direção Executiva, para já, não faz comentários.

FNAM lança aviso a tutela: “Não queremos jogos de bastidores nem negociatas obscuras”

A Federação Nacional dos Médicos (FNAM) disse esta sexta-feira esperar que, na próxima reunião com o Ministério da Saúde, “haja abertura para celebrar um protocolo negocial”. Em declarações ao HealthNews, Joana Bordalo e Sá deixou um alerta à ministra: ” Não queremos jogos de bastidores na mesa negocial. Não queremos negociatas obscuras.”

SNE saúda pedido de relatório sobre mudanças implementadas na Saúde

O Sindicato Nacional dos Enfermeiros (SNE) afirmou, esta sexta-feira, que vê com “bons olhos” o despacho, emitido pela ministra da Saúde, que solicita à Direção-Executiva do Serviço Nacional de Saúde (DE-SNS) um relatório do estado atual das mudanças implementadas desde o início de atividade da entidade.

MAIS LIDAS

Share This
Verified by MonsterInsights