Reino Unido regista maior número de casos num só dia desde julho

14 de Outubro 2021

O Reino Unido registou 45.066 novos casos de covid-19 nas últimas 24 horas, o valor mais alto desde julho, e 157 mortes, de acordo com os dados oficiais atualizados hoje.

Na terça-feira, o Reino Unido tinha registado 136 mortes e 42.776 casos.

Nos últimos sete dias, entre 08 e 14 de outubro, a média diária foi de 118 mortes e 39.696 casos, o que corresponde a uma subida de 9% no número de mortes e de 13% no número de infeções relativamente aos sete dias anteriores.

Desde o início da pandemia, foram notificados 138.237 óbitos de covid-19.

A média diária de hospitalizações foi de 775 entre 04 e 10 de outubro, uma subida de 5,8% face aos sete dias anteriores.

Nas passadas 24 horas foram administradas 68.207 vacinas no país.

Até agora, 85,7% da população com mais de 12 anos foi imunizada com uma primeira dose e 78,7% tem a vacinação completa.

A covid-19 provocou pelo menos 4.870.405 mortes em todo o mundo, entre mais de 239 milhões infeções pelo novo coronavírus registadas desde o início da pandemia, segundo o mais recente balanço da agência France-Presse.

Em Portugal, desde março de 2020, morreram 18.071 pessoas e foram contabilizados 1.077.963 casos de infeção, segundo dados da Direção-Geral da Saúde.

A doença respiratória é provocada pelo coronavírus SARS-CoV-2, detetado no final de 2019 em Wuhan, cidade do centro da China, e atualmente com variantes identificadas em vários países.

LUSA/HN

0 Comments

Submit a Comment

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

ÚLTIMAS

ULS de Braga certifica mais 35 profissionais no âmbito do Programa Qualifica AP

A Unidade Local de Saúde de Braga (ULS de Braga) finalizou, esta semana, o processo de certificação de mais 35 profissionais, no âmbito do Programa Qualifica AP, uma iniciativa desenvolvida em parceria com a Comissão de Coordenação e Desenvolvimento Regional do Norte (CCDR-N), através do Centro Qualifica AP.

PCP apresenta medidas para “inverter a degradação” do SNS

O PCP apresentou esta sexta-feira algumas medidas urgentes para “inverter a degradação” do Serviço Nacional de Saúde (SNS), criticando as “políticas de vários governos” de PS, PSD e CDS, que abriram “caminho para a destruição” daquele serviço público.

DE-SNS mantém silêncio perante ultimato da ministra

Após o Jornal Expresso ter noticiado que Ana Paula Martins deu 60 dias à Direção Executiva do SNS (DE-SNS) para entregar um relatório sobre as mudanças em curso, o HealthNews esclareceu junto do Ministério da Saúde algumas dúvidas sobre o despacho emitido esta semana. A Direção Executiva, para já, não faz comentários.

MAIS LIDAS

Share This
Verified by MonsterInsights