Madeira continua a acolher 61 doentes transferidos do hospital de Ponta Delgada

21 de Maio 2024

Sessenta e um utentes transferidos na sequência do incêndio que atingiu o hospital de Ponta Delgada, nos Açores, continuam a receber tratamento no arquipélago madeirense, indicou o Serviço de Saúde da região autónoma da Madeira (Sesaram).

“O serviço regional de Saúde informa que os utentes transferidos dos Açores para a Madeira, no início do mês de maio, continuam a receber todos os cuidados necessários”, informou, em comunicado, o Sesaram.

De “um total de 61 utentes acolhidos”, o Sesaram indica que, neste momento, “estão 27 utentes alojados no Regimento de Guarnição n.º 3, 28 internados no Hospital Dr. Nélio Mendonça (HNM), e seis estão em alojamento próprio”.

A região autónoma da Madeira recebeu ainda, entre 13 e 19 de maio, “provenientes dos Açores, um doente em situação neurocirúrgica, que se encontra a receber cuidados no internamento, e mais uma grávida”.

“Os 55 doentes com doença renal crónica continuam a receber os respetivos tratamentos, bem como toda a medicação necessária, que está a ser assegurada pelo Sesaram”, lê-se na nota.

O gabinete de comunicação do Sesaram acrescenta ainda que “ambas as equipas de saúde das regiões autónomas da Madeira e dos Açores estão em constante articulação, ⁠em prol de uma melhor prestação de cuidados aos utentes”.

O Hospital do Divino Espírito Santo (HDES), em Ponta Delgada, sofreu um incêndio em 04 de maio, que obrigou à transferência de todos os doentes que estavam internados para vários locais dos Açores, Madeira e continente.

Na altura estavam no estabelecimento de saúde 333 doentes e foi necessário transferir 240.

Logo após o incêndio, o Governo dos Açores declarou a situação de calamidade pública para “acelerar procedimentos” que permitam normalizar, num “curto espaço de tempo”, a atividade da maior unidade de saúde açoriana.

O hospital de Ponta Delgada, que está a repor gradualmente a atividade clínica de ambulatório após o incêndio, anunciou hoje que vai retomar na terça-feira as consultas externas de todas as especialidades, exceto pediatria.

De acordo com uma publicação na página da rede social Facebook do HDES, refere-se que, no mesmo dia, no piso 1 do edifício hospitalar de Ponta Delgada, na ilha de São Miguel, ocorrerá “a retoma da Medicina Física e Reabilitação, da consulta de Psiquiatria (a funcionar no espaço do Hospital de Dia) e [da] consulta de Pneumologia (a funcionar no espaço da Reabilitação Respiratória)”.

O HDES apela, no entanto, aos utentes que não se dirijam presencialmente ao hospital se não tiverem sido contactados nesse sentido.

LUSA/HN

0 Comments

Submit a Comment

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

ÚLTIMAS

Guilherme Veríssimo: “A saúde começa pela boca”

A evidência científica comprova que a má saúde oral está diretamente relacionada com 23 doenças sistémicas, entre elas a diabetes e as doenças cardiovasculares, e cinco tipos de cancro. Esta realidade pode surpreender a maior parte da população, mas não os dentistas. Em entrevista ao nosso jornal, o Médico Dentista, Guilherme Veríssimo, frisa que a “saúde oral não se resume a uma questão estética”, deixando alguns alertas para a importância da correta higienização dos dentes. O médico dentista aproveitou ainda para desmistificar alguns dos principais mitos associados à doença peridontal.

MAIS LIDAS

Share This
Verified by MonsterInsights